header top bar

section content

Torcedor do Flamengo manda mensagem em rede social, se infiltra em torcida adversária e acaba agredido

Flamenguista posta foto dizendo que mostraria tatuagem do clube no estádio, mas é encontrado e agredido. Ele foi detido e terá de se retratar nas redes sociais

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

19/02/2017 às 08h12 • atualizado em 18/02/2017 às 20h16

Postagem do torcedor agredido em rede social (Foto: Reprodução / Twitter)

Um torcedor do Flamengo causou confusão na arquibancada de São Januário, durante a partida entre Vasco e Portuguesa, neste sábado, pelo Campeonato Carioca. Ele postou em suas redes sociais que estava no estádio e fez uma promessa: se recebesse 100 curtidas na foto, mostraria uma tatuagem do Rubro-Negro na perna. Vascaínos viram a postagem, o encontraram e o agrediram, mas a polícia interveio rápido, o detendo.

A confusão começou logo após o fim do primeiro tempo. Torcedores vascaínos o acharam na arquibancada e começaram a agredi-lo. A polícia veio e os afastou com golpes de cassetete. Os ânimos ficaram bastante exaltados.

Com alguma dificuldade, os policiais conduziram o torcedor escoltado, que chegou a ser agredido por trás enquanto saía da arquibancada. Ele foi detido e levado para o Jecrim.

– O pessoal estava comentando, não sei direito como foi. Imagino que é um risco isso acontecer diante de tudo que a gente vê. Um torcedor de equipe rival estar no meio da torcida adversária é muito perigo. Por muito menos que isso dá uma confusão muito grande, como temos visto. Foi uma atitude muito arriscada e desnecessária – comentou o técnico Cristóvão Borges.

O flamenguista acompanhava o irmão e um amigo, que são vascaínos, em São Januário. De acordo com o delegado Rafael de Faria Ferrão, ele foi o único detido. O torcedor disse que não pertence a nenhuma torcida organizada do Flamengo e teria feito a foto apenas por uma brincadeira entre amigos.

O rubro-negro foi indiciado no artigo 41-B do Estatuto do Torcedor e chegou a um acordo. Ele deixou o estádio escoltado para ir para casa terá de se retratar nas redes sociais. Além disso, nos próximos três meses, em todo jogo do Flamengo no Estado, é obrigado a se apresentar à delegacia mais próxima.

GE

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares