header top bar

section content

Ponte atropela o Palmeiras e fica perto da final; verdão foi massacrado por 3X0

Com início arrasador, Macaca faz 3 a 0 em Campinas e garante ótima vantagem para duelo de volta

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

17/04/2017 às 08h28 • atualizado em 17/04/2017 às 08h29

Ponte fez 3 gols no primeiro tempo e não deu chances de reação ao Palmeiras (Foto: Célio Messias/Estadão Conteúdo)

A Ponte Preta deu um grande passo rumo à decisão Campeonato Paulista. Neste domingo, no Moisés Lucarelli, a Macaca teve uma atuação praticamente perfeita principalmente no primeiro tempo e fez 3 a 0 sobre o Palmeiras no jogo de ida da semifinal. Para ficar com a vaga, a equipe campineira pode até perder por 2 a 0 no Allianz Parque, estádio onde nunca foi derrotada em quatro jogos disputados.

O show da Ponte começou logo aos 40 segundos. Após duas defesas de Fernando Prass com o pé, Jefferson pegou a sobra e bateu cruzado. William Pottker desviou na pequena área e fez o primeiro da Macaca.

Perdido em campo, o Palmeiras voltou a dar espaço e o time da casa ampliou a vantagem aos 7. Em uma jogada que começou em um lateral no campo de defesa, Pottker escapou de Edu Dracena e deu lindo passe para Lucca, que invadiu a área e só tocou na saída de Prass.

A Ponte marcou muito forte durante todo o primeiro tempo, apostou na velocidade na transição e ainda contou com a sorte para marcar o terceiro. No lançamento de Clayton, Zé Roberto escorregou e Jefferson ficou livre para bater cruzado e deixar o placar em 3 a 0.

Com Guerra e Tchê Tchê apagados, o Palmeiras praticamente não criou chances de gol e teve uma atuação para esquecer nos primeiros 45 minutos. Na volta do intervalo, Eduardo Baptista mexeu no time e colocou Michel Bastos na vaga de Guerra.

O Palmeiras conseguiu equilibrar o jogo no segundo tempo, mas seguiu com o ataque inoperante. Mal na partida, Borja foi substituído por Alecsandro aos 14 minutos. Róger Guedes também entrou na vaga de Willian, mas o dia não era mesmo do Verdão, que fez a pior partida na temporada. O prejuízo ainda poderia ter sido pior, já que o árbitro não marcou um pênalti claro de Fernando Prass em William Pottker nos minutos finais.

No próximo sábado, Palmeiras e Ponte voltam a jogar no Allianz Parque, às 19h. o Verdão precisa de uma vitória por 3 gols de diferença para levar a disputa para os pênaltis.

band

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares