header top bar

section content

No Direto ao Ponto, comentarista afirma que nomeação de Lula à Casa Civil é legal, mas imoral

Segundo ele, a nomeação do ex-presidente, aos olhos da população insatisfeita com o governo Dilma, ganha conotação de manobra imoral

Por Jocivan Pinheiro

16/03/2016 às 16h57 • atualizado em 17/03/2016 às 16h43

Para o comentarista político Jorge Batista, a nomeação do ex-presidente Lula para chefiar a Casa Civil, confirmada nesta quarta-feira (16), é legal do ponto de vista jurídico e governamental, mas aos olhos da população que está insatisfeita não só com o governo Dilma, mas com toda a classe política, ganha uma conotação de manobra imoral.

Ele explica que sendo ministro, Lula ganha foro privilegiado e isso o deixa, de certa forma, blindado nos casos de corrupção em que está sendo acusado, já que ele poderá ser julgado pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

Dilma, por sua vez, continua na corda bamba do impeachment. Segundo Jorge Batista, por enquanto não há base jurídica para isso. Mas as articulações políticas e a insatisfação da população continuam desgastando seu governo.

“Embora sua má gestão seja nítida e notória, ainda não há base legal, condenação ou sentença contra a presidente que dê base constitucional para que a mesma sofra o impeachment”, alega o radialista.

DIÁRIO DO SERTÃO

PSICOLOGIA NO AR

PERIGO: Médico neurologista faz importante alerta para quem usa remédios tarja preta para dormir

OPINIÃO CONTUNDENTE

EM DECADÊNCIA?: Ex-radialista compara as rádios de Cajazeiras a ‘relacionamento que perdeu o sabor’

QUER APROVAÇÃO?

ENEM 2018: Cursinho inova em Cajazeiras com grande equipe de professores e dinâmica moderna de ensino

PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras