header top bar

section content

VINGANÇA? Presidente de Câmara do Sertão tenta alterar Projeto de Suplementação de 50 para 5%

A sessão para discussão e aprovação do projeto será próxima quarta-feira, dia 14, às 19 horas

Por Luzia de Sousa

14/12/2016 às 09h15 • atualizado em 14/12/2016 às 10h43

Vereador Adaildo Dantas ( PSB) autor do projeto

Após ser aprovado por unanimidade, Projeto de Suplementação Orçamentaria volta à pauta da Câmara de Vereadores da cidade de São Bento, no sertão do Estado, e população se revolta com mudança no texto original.

No dia 08 de Junho deste ano, os parlamentares aprovaram a LDO – (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para o exercício de 2017, onde conteria uma autorização para abertura de créditos suplementares em percentual fixado entre os limites de 50% do total da despesa fixada para os poderes legislativo e executivo, nas formas previstas no Ş 1° a IV, do art. 43 da Lei n. 4.320/64.

Após a derrota nas urnas do atual prefeito Gemilton Souza (PSB) no pleito deste ano, o vereador e presidente da Câmara, Adaildo Dantas (PSB), resolveu colocar em pauta, novamente, o Projeto de Suplementação, reduzindo de 50% para 5% o valor da mesma, na tentativa de prejudicar os são-bentenses por questões eleitoreiras.

É preciso ressaltar que a Comissão de Orçamento da Câmara já havia aprovado os 50% de suplementação para a gestão de 2017. Mesmo assim, após o resultado das eleições, o presidente da Câmara insiste em reduzir para 5%. Essa atitude contrária ao interesse coletivo, gerou revolta em parte da população, que vêm se manifestando nas redes sociais, desaprovando a decisão do vereador.

A sessão para discussão e aprovação do projeto será próxima quarta-feira, dia 14, às 19 horas na sede da Câmara Municipal de São Bento.

A Suplementação Orçamentária da Câmara de Vereadores é um crédito adicional para despesas não computadas ou insuficientemente dotadas na Lei Orçamentária Anual (LOA), que visa atender à insuficiência de dotações ou recursos alocados nos orçamentos, bem como, a necessidade de atender situações que não foram previstas, inclusive, por serem imprevisíveis, nos orçamentos.

O outro lado
A reportagem do Diário do SErtão tentou ouvir o vereador, mas sem êxito, entretando deixamos o espaço aberto caso queira se pronunciar.

Reportagem de Dayane Trigeiro do São Bento em Foco

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores