header top bar

section content

Condenada em 2ª instância, ex-prefeita de Pombal pode ficar fora da disputa de 2018

Ela já havia sido condenada em primeira instância e a sentença foi mantida.

Por Luzia de Sousa

15/06/2017 às 21h36 • atualizado em 16/06/2017 às 11h35

Ex-prefeita de Pombal Pollyanna Dutra

A ex-prefeita de Pombal Pollyanna Dutra foi condenada pela prática de improbidade administrativa. O acórdão foi publicado no diário eletrônico do TJPB.

Ela já havia sido condenada em primeira instância e a sentença foi mantida. Não há mais detalhes do processo, mas o caso tem a ver com a contratação de servidores sem concurso.

“Pagamento de salários a servidores ocupantes do mesmo cargo com diferenciação superior a 200%. Malversação do princípio do concurso público. Contexto que perdurou por mais de três anos. Dolo genérico configurado. Dever de realização de concurso público”, destaca a ementa do acórdão.

O processo foi julgado pela Terceira Câmara Cível do Tribunal de Justiça. Por unanimidade, foi dado provimento parcial ao recurso do Ministério Público e negado provimento ao recurso da ex-prefeita.

Pollyanna, que pertenceu aos quadros do PT, ingressou recentemente no PSB, partido do governador Ricardo Coutinho. Com essa condenação ela poderá ficar fora da disputa eleitoral de 2018.

Os Guedes

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares