header top bar

section content

Notificação quer obrigar comerciantes de CZ a desocupar quiosques: “Eles não zelam local”

Segundo informações, o secretário de Planejamento de Cajazeiras teria notificado comerciantes que trabalham em regime de comodato para que desocupem locais

Por

28/05/2014 às 16h26

Um dos quiosques que devem ser desocupados

Os vereadores de oposição de Cajazeiras levaram para a Câmara Municipal um debate relacionado à concessão dos usos de quiosques pertencentes ao Poder Público localizados em alguns pontos da cidade. A sessão foi marcada pela divergência dos vereadores de situação e oposição.

O fato é que, segundo informações, o secretário de Planejamento de Cajazeiras, Joselito Feitosa teria notificado alguns comerciantes que trabalham em regime de comodato para que desocupem os locais em um prazo de 30 dias.

Os vereadores de oposição contestaram a decisão do secretário e, na imprensa da cidade, chegou-se a especular que, a medida teria sido tomada por perseguição política, levando em consideração que a Lei que mantém os comerciantes foi aprovada durante a gestão do ex-prefeito Carlos Rafael.

Explicando
O líder da situação na Câmara, vereador Marcos Barros (PSB) disse que seus colegas tentaram explicar aos vereadores de oposição que, a Secretaria de Planejamento notificou os comerciantes porque eles não estavam obedecendo o contrato de concessão.

“Eles foram notificados para zelar o local, pois, eles não estavam obedecendo”, disse.

Ouça áudio da rádio Alto Piranhas.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula