header top bar

section content

Notificação quer obrigar comerciantes de CZ a desocupar quiosques: “Eles não zelam local”

Segundo informações, o secretário de Planejamento de Cajazeiras teria notificado comerciantes que trabalham em regime de comodato para que desocupem locais

Por

28/05/2014 às 16h26

Um dos quiosques que devem ser desocupados

Os vereadores de oposição de Cajazeiras levaram para a Câmara Municipal um debate relacionado à concessão dos usos de quiosques pertencentes ao Poder Público localizados em alguns pontos da cidade. A sessão foi marcada pela divergência dos vereadores de situação e oposição.

O fato é que, segundo informações, o secretário de Planejamento de Cajazeiras, Joselito Feitosa teria notificado alguns comerciantes que trabalham em regime de comodato para que desocupem os locais em um prazo de 30 dias.

Os vereadores de oposição contestaram a decisão do secretário e, na imprensa da cidade, chegou-se a especular que, a medida teria sido tomada por perseguição política, levando em consideração que a Lei que mantém os comerciantes foi aprovada durante a gestão do ex-prefeito Carlos Rafael.

Explicando
O líder da situação na Câmara, vereador Marcos Barros (PSB) disse que seus colegas tentaram explicar aos vereadores de oposição que, a Secretaria de Planejamento notificou os comerciantes porque eles não estavam obedecendo o contrato de concessão.

“Eles foram notificados para zelar o local, pois, eles não estavam obedecendo”, disse.

Ouça áudio da rádio Alto Piranhas.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
PROBLEMA GRAVE

VÍDEO: No Xeque-Mate, voluntários debatem sobre maus tratos e abandono de animais em Cajazeiras

SANTO PADROEIRO

VÍDEO: Padre anuncia programação da festa de Dom Bosco em Cajazeiras; festival de música é confirmado

FÓRUM AÇUDE GRANDE

VÍDEO: Grupo entrega documento no MP para fortalecer campanha de revitalização do açude de Cajazeiras

"FICOU DESPREZADA"

VÍDEO: Mulher acusa HRC de negligência no caso da morte de sua irmã após parto; hospital responde