header top bar

section content

Prefeita de Cajazeiras fala sobre invasão de terrenos: "Vamos trabalhar com organização, sem ceder a pressões"

Denise disse ainda que, o município vai tentar negociar a doação do terreno na Vila Nova, da mesma forma como foram doados os terrenos da Agrovila.

Por

22/10/2013 às 16h20

A prefeita de Cajazeiras, Denise Albuquerque durante o programa “Conversa com a Prefeita” nesta terça-feira (22) falou sobre a problemática da invasão de terrenos no bairro Vila Nova. A prefeita disse saber da carência de moradias na cidade, por essa razão, o município vem batalhando para conseguir mais conjuntos habitacionais.

Denise disse ainda que, o município vai tentar negociar a doação do terreno na Vila Nova, da mesma forma como foram doados os terrenos da Agrovila. Porém, segundo ela, o processo deve ser feito com organização, através de seleções e cadastramentos. “Vamos trabalhar sem invasões, com organização e sem ceder a pressões”, disse ela.

O Secretário de Planejamento de Cajazeiras, disse que a Prefeitura vai entrar com pedido judicial de reintegração de posse, e cadastrar as famílias que se enquadrem no perfil de doações de terrenos e construções de casas.

Joselito disse ainda que, as famílias que estão no terreno serão comunicadas de todo o procedimento realizado.

Cerca de 180 famílias invadiram na última sexta-feira (18), os terrenos pertencentes a antiga Rede Ferroviária (REFESA), localizado na Vila Nova I, cidade de Cajazeiras.

Veja também: Secretário diz que prefeitura vai à justiça para retirar sem tetos de terrenos em CZ

DIÁRIO DO SERTÃO com Secom

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

NOVIDADES

VÍDEO: Novo padre da Paróquia São João Bosco confirma que pretende revitalizar a Praça Camilo de Holanda