header top bar

section content

No Sertão: Após vacinação, criança tem paralisia e ganha 150 mil reais de indenização da União

De acordo com informações, a paralisia foi adquirida quando a criança tinha apenas quatro meses de vida.

Por

27/12/2011 às 15h54

A Terceira Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região em Recife, por unanimidade, decidiu condenar a União a pagar uma indenização no valor de mais de 150 mil reais a um garoto de apenas oito anos de idade, que adquiriu Poliomelite após vacinação na cidade de Sousa.

Na decisão ainda ficou mantida a pensão concedida na sentença, devendo, entretanto ter como termo inicial data da citação e ser majorada para meio salário mínimo até que complete 14 anos de idade e, a partir de então um salário mínimo, até completar 65 anos, ou até seu óbito, o que ocorrer primeiro.

De acordo com informações, a paralisia foi adquirida quando a criança tinha apenas quatro meses de vida, conforme comprovação através de pericia médica judicial. A comprovação se deve, pelo fato, de que a criança foi levada em pleno gozo de sua saúde por seus pais para receber a vacina contra a pólio oferecida pelo Governo do Estado, tendo adquirido a doença após a inoculação, ficando paraplégico e sofrendo as privações inerentes a essa condição, por isso, se mostra justa e razoável a manutenção do valor fixado em sentença, a títulos de danos morais, em 150 mil reais.

A justiça também destacou o fato do Ministério da Saúde haver noticiado que no ano de 2012 irá substituir a vacina Sabin pela Salk, já que esta ultima que é mais cara e injetável, com vírus inativado e, portanto, mais segura, ao contrário da primeira que é de uso oral e revela que a aplicação da mesma gera um risco, embora pequeno, de desencadear a pólio vacinal, como ocorreu com o autor da ação, de modo que a União deve arcar com as conseqüências pela sua opção pelo método Sabin.

O garoto reside na Cidade de Sousa e é filho de Marcos Antonio de Paiva Gadelha, e tem como advogado o Dr. Jimmy Abrantes Pereira. Da decisão ainda cabe recurso ao Superior Tribunal de Justiça o STJ.

DIÁRIO DO SERTÃO com informações de Mario Gibson
 

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula