header top bar

José Antonio

section content

Cemitério Coração de Jesus

06/05/2019 às 10h08

Cemitério Coração de Jesus

A preservação do patrimônio histórico de Cajazeiras, principalmente ao que se relaciona aos seus monumentos e antigas edificações, têm tido um destino muito triste: vêm sendo demolidos para dar lugar aos avanços da modernidade.

Restam poucos sinais das construções do século XIX e inicio do século XX e entre os que foram postos por terra se encontrava, talvez, uma de suas preciosas relíquias que foi o Cemitério Coração de Jesus, que segundo pesquisas, devidamente comprovadas, é o primeiro cemitério público do sertão da Paraíba.

Consta que a construção deste cemitério foi iniciada pelo padre Rolim no ano de 1849 e que a benção da pedra fundamental da capela foi feita pelo Padre José Antonio Marques da Silva Guimarães, Vigário Colado da Freguesia de Nossa Senhora dos Remédios, da Vila de Sousa, do Bispado de Pernambuco, em 30 de março de 1851, ajudado pelos padres Antonio Thomaz de Aquino e Ignácio de Sousa Rolim.

A benção do Cemitério e de sua capela, com o titulo de Coração de Jesus, foi feita pelo padre Rolim, em 16 de novembro de 1851 e teve como testemunhas José Thomaz de Albuquerque, Manoel Lins de Albuquerque, Joaquim Jerônimo Pereira Júnior. “A Povoação das Cajazeiras” pertencia à freguesia de Sousa e tinha como pároco José Antonio Marques da Silva Guimarães.

No interior da capela foi sepultada, no dia 23 de agosto 1854, a fundadora de Cajazeiras, Ana de Albuquerque, mãe de Padre Rolim, cujos restos mortais foram transladados para a praça que leva o seu nome, e se encontram sob o busto de Padre Rolim, erigido pelo prefeito Joaquim Matos de Sá, em 22 de agosto de 1937.

Um fato curioso, que se relaciona a datas, constata-se: a morte de Mãe Aninha ocorreu no mesmo dia e mês do nascimento de Padre Rolim: 22 de agosto. O translado do corpo de Mãe Aninha para a praça que leva o seu nome foi também num 22 de agosto e Cajazeiras celebra a data de sua emancipação política nesta mesma data.

Muitas pessoas têm indagado porque o segundo cemitério recebeu o nome de Coração de Maria? Ele foi erigido pela Irmandade Sagrado Coração de Maria, que pertencia à freguesia de Nossa Senhora da Piedade e que o primeiro sepultamento ocorreu em 07 de março de 1866. Nas lápides dos sepultados neste cemitério ainda encontramos registros do ano de 1866 e outros ainda com datas anteriores, que podem ter sidos transladados do cemitério Coração de Jesus. Precisamos aprofundar as pesquisas.

Felizmente, mesmo depois de ter ficado no meio da cidade, o Cemitério Coração de Maria, não foi destruído para dar lugar a uma nova praça ou a construção de novas casas e edifícios. Foi a localização este campo santo que fez com que as beatas da cidade fizessem um grande movimento para retirar um cabaré que ficava pegado ao muro, na esquina do que é hoje a Rua Padre José Tomaz e Engenheiro Carlos Pires de Sá. Envolveram até Frei Damião e o prefeito de então, Otacílio Jurema, seu habitual frequentador, não teve alternativa diante da pressão que sofreu.

Ainda com relação a não conservação dos registros históricos de nossa cidade tem a de que em qual local da igreja Matriz de Nossa Senhora de Fátima está sepultado o padre Rolim, cuja lápide foi destruída em uma de suas reformas. Mas não tem só este mistério a ser desvendado: o padre Manoel Mariano de Albuquerque, uma das figuras mais ilustres de nossa história, também foi sepultado nesta igreja em 23 de fevereiro de 1896, aos 52 anos de idade, depois de ter sido deputado constituinte em 1892, vigário em Piancó, Pombal e Misericórdia.

Acredito que com a instalação da Academia de Artes e Letras de Cajazeiras, ela terá um papel fundamental na preservação e manutenção destes registros e lutar também para que não aconteçam mais destruições de nosso patrimônio arquitetônico e histórico.

José Antonio

José Antonio

Professor Universitário, Diretor Presidente do Sistema Alto Piranhas de Comunicação e Presidente da Associação Comercial de Cajazeiras.

Contato: altopiranhas@uol.com.br

Recomendado para você pelo google

NASCEU DE NOVO!

VÍDEO: condutor-socorrista do SAMU salva bebê que estava engasgado e sem respirar em Patos

ASSISTA À ENTREVISTA

EXCLUSIVO: Em Cajazeiras, Ciro Gomes fala sobre Lula, PT, Bolsonaro, Ricardo, João Azevêdo e eleições

VÍDEO

Empresário revela convite das oposições de Cajazeiras para disputar a prefeitura e derrotar Zé Aldemir

EVENTO CATÓLICO

VÍDEO: I Adora Cristo é sucesso em Cajazeiras, e coordenador da Missão Éfeso acredita em crescimento

José Antonio

José Antonio

Professor Universitário, Diretor Presidente do Sistema Alto Piranhas de Comunicação e Presidente da Associação Comercial de Cajazeiras.

Contato: altopiranhas@uol.com.br