header top bar

Mariana Moreira

section content

X Semana Nacional de História

21/09/2018 às 08h16

X Semana Nacional de História debate a diversidade e reforça a defesa da universidade pública como espaço de fazer e ensinar história(s) e saberes

Com a participação de cerca de 200 pesquisadores, estudantes de graduação e pós-graduação e convidados, de várias regiões de país, termina nesta sexta-feira, dia 21, a X Semana Nacional de História, organizada por discentes do Curso de História, do Centro de Formação de Professores, da Universidade Federal de Campina Grande, Campus de Cajazeiras, com a participação de professores da Unidade Acadêmica de Ciências Sociais do CFP.

Em sua décima edição, a Semana Nacional de História, que tem como tema “Fazer/ensinar história(s): possibilidades e desafios da diversidade cultural”, constitui-se como espaço de trocas de experiências e de diálogos entre estudantes, professores e pesquisadores quanto a produção do conhecimento histórico e de áreas afins, ampliando as discussões sobre as variadas formas e possibilidades dentro do ensino de história. Assim, através de suas conferências, mesas redondas, mini cursos e simpósios temáticos, a X Semana Nacional de História atualiza e ressignifica aspectos como educação popular e sua perspectiva política, as múltiplas formas de leitura do mundo a partir da utilização de novas tecnologias e fontes como recursos para o ensino e a pesquisa em história. Também está sendo profícuo o debate acerca do uso da música, do cinema, do teatro e de outras expressões artísticas, da pluralidade de gêneros, de etnias e de lugares na busca da compreensão do fazer/ensinar histórias e de suas aplicações na área educacional.

Por fim, a X Semana Nacional de História ao atualizar essa discussão, problematiza e reflete as dificuldades enfrentadas por docentes e discentes no atual cenário político do país e reforça a compreensão da importância de eventos desta natureza como “trincheira de resistência ao desmonte da universidade pública e que esta se configure laica, autônoma e produtora de saberes e conhecimentos que sejam socialmente referenciados”, afirma a professora Mariana Moreira Neto, uma das coordenadoras do evento. Para ela, o êxito da X Semana Nacional de História também pode ser auferido pela “diversidade de expressões culturais que foram visibilizadas nos intervalos das atividades científicas e que também traduzem formas e possibilidades de fazer/ensinar história(s)”.

Mariana Moreira

Mariana Moreira

Professora Universitária e Jornalista

Contato: altopiranhas@uol.com.br

LUTO NA CULTURA

VÍDEO: Morre em Cajazeiras, aos 74 anos, o poeta repentista Zé Morais, um dos maiores do Nordeste

CÂNCER DE MAMA

VÍDEO: Mulheres do distrito de São José recebem ações da campanha Outubro Rosa em Bom Jesus

FORTES EMBATES

VÍDEO: Cinco candidatos a prefeito de Sousa confirmam suas presenças no debate da TV Diário do Sertão

ACALORADO

VÍDEO: Candidatos de Bernardino Batista trocam graves acusações no debate da TV Diário do Sertão

Mariana Moreira

Mariana Moreira

Professora Universitária e Jornalista

Contato: altopiranhas@uol.com.br

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!