header top bar

section content

Cearenses revelam “esquema” para adquirir habilitação no Detran de Sousa

Policiais militares da cidade de Sousa prenderam na tarde desta quarta-feira (25) em frente a Praça da Estação três pessoas acusadas de participação em fraude para adquirir carteira de habilitação...

Por

26/06/2008 às 14h46

Policiais militares da cidade de Sousa prenderam na tarde desta quarta-feira (25) em frente a Praça da Estação três pessoas acusadas de participação em fraude para adquirir carteira de habilitação junto ao Detran, agência de Sousa.

Foram levados à delegacia de Polícia Civil e ouvidos pela delegada Wanderléa Gabi, o taxista José Niwton do Nascimento e o mototaxista Francisco Araújo Lopes da Silva, ambos residentes na cidade de Icó, além do agricultor José Francisco de Lima Correia, residente na cidade de Orós, todos no estado do Ceará.

Eles confessaram que o esquema contava com a participação de um funcionário do órgão em Sousa. Segundo depoimento dos três cearenses trata-se do servidor de pré-nome Célio que facilitava a emissão de carteira de habilitação no Detran.

Segundo os homens presos, o taxista trazia as pessoas que precisariam tirar CNH e para o serviço recebia a quantia de R$ 150,00 do frete. E as pessoas que “compravam” a carteira receberiam o documento ao efetuar o pagamento no valor de R$ 1.500,00. De acordo com Francisco Araújo Lopes e José Francisco de Lima, R$ 1.000,00 eram pagos no dia da viagem a Sousa e o restante no momento do recebimento da habilitação.

A delegada Wanderléa Gabi informou que há algum tempo uma pessoa já teria recebido o documento através do referido funcionário sem que participasse de qualquer procedimento legal numa auto-escola ou no próprio Detran. Para a delegada ficou claro que os homens abordados pela polícia vieram a Sousa com o objetivo de conseguir facilidades na emissão de habilitação no Detran local.

Após prestarem depoimentos, os três inquiridos foram liberados, uma vez que foram ouvidos como testemunhas do inquérito policial, mas ficam aguardando o andamento das investigações.

Na tarde de ontem o servidor José Célio Campos não chegou a manter nenhum contato com os cearenses. Ele será ouvido na delegacia de Polícia Civil nesta quinta com a finalidade de prestar informações sobre o caso.

Em contato com a reportagem, Célio afirmou que não tem nenhuma participação nestas acusações. Segundo ele, no momento em que o taxista, o mototaixsta e o agricultor foram abordados, se encontrava na cidade de Martins, no Rio Grande do Norte fazendo uma visita a um amigo que se encontra doente.

LEVI DANTAS
Da redação do Diário do Sertão

Tags:

Recomendado para você pelo google

POLÊMICA

VÍDEO: Vereador cobra a convocação do concurso de Cajazeiras: ‘Era de urgência e o prefeito não convoca’

VÍDEO

Deputado cajazeirense abre o jogo e revela com quem fica após o racha no PSB da Paraíba

EDUCAÇÃO

VÍDEO: Xeque Mate fala sobre tradicional colégio de Cajazeiras e recebe diretora, professoras e alunas

ALUNOS DÃO SHOW

VÍDEO: 3º dia da Mostra de Conhecimentos destaca a natureza, tecnologias, leitura, teatro e matemática