header top bar

section content

Polícia Federal deflagra operação e cumpre mandados de busca e apreensão na Paraíba

A ação policial ocorre nesta quinta-feira (18), em quatro estados da federação e visa o combater a fraudes no pagamento do Auxílio Emergencial do Governo Federal.

Por Juliana Santos

18/02/2021 às 08h49

Operação ‘Terceira Parcela’ é deflagrada em 4 estados. (Foto: Polícia Federal)

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quinta-feira (18), operação para combater fraudes no pagamento do Auxílio Emergencial. Ao todo, foram expedidos 66 mandados de busca e apreensão nos estados da Paraíba, Minas Gerais, Bahia e Tocantins. Na Paraíba estão sendo cumpridos 02 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal nas cidades de Campina Grande/PB e João Pessoa/PB. Cerca de 10 policiais se engajaram nessa diligência.

Segundo a apuração da polícia, a suspeita é que criminosos usavam recursos do auxílio emergencial, de pessoas que não tinham solicitado a ajuda, e usavam os valores para o pagamento de boletos. A ação busca provas da atuação de fraudadores. A investigação começou a partir de reclamações feitas na Caixa e o cruzamento de dados com o núcleo de inteligência da PF.

A Operação “Terceira Parcela” conta com a participação de mais de 200 policiais e é uma continuidade de outras duas operações deflagradas pela Polícia Federal no ano passado. No dia 10 de novembro a Operação “Primeira Parcela” ocorreu nos estados da Bahia, São Paulo e Tocantins. Foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão e quatro pessoas foram presas.

VEJA TAMBÉM

Polícia Civil cumpre mandado de prisão contra suspeito pelos crimes de roubo e tráfico na Paraíba

A ação chamada Estratégia Integrada contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial conta com a PF, o Ministério da Cidadania, a Caixa Econômica Federal, o Ministério Público Federal (MPF), a Receita Federal (RF), a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU).

A Polícia Federal e as instituições integrantes da EIAFAE continuarão a realizar ações visando coibir e apurar este tipo de fraude, sendo importante destacar à população que todos os pagamentos indevidamente realizados são objeto de análise. Portanto, orienta-se fortemente àqueles que requereram e receberam as parcelas não preenchendo os requisitos do Art. 2º da Lei nº 13.982/2020 e demais diplomas legais, que realizem a devolução dos valores, sob pena de estarem passíveis de ter sua ação objeto de investigação criminal.

PORTAL DIÁRIO

OPERAÇÃO FELIZ ANIVERSÁRIO

VÍDEO: Jovem é preso no dia em que completa de 19 anos, na região de Cajazeiras; o pai também foi detido

DIREITO

VÍDEO: Após ação da OAB-PB, TJPB desiste de desinstalar 3ª Vara da Comarca de Cajazeiras, diz advogado

FATALIDADE

VÍDEO: Acidente entre carro e moto atinge homem que trabalhava às margens da estrada, no Cariri cearense

IMPACTOS DIRETOS

VÍDEO: Censura Livre promove debate acalorado sobre os impactos dos decretos no comércio do Alto Sertão

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!