header top bar

section content

Menor de 15 anos de idade espanca filho de três meses até a morte na Paraíba. Veja foto!

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local para tentar reanimar o bebê, que teve uma parada cardíaca

Por

22/01/2015 às 14h00

Uma adolescente de 15 anos foi detida nesta quinta-feira (22) no Bairro dos Novais, em João Pessoa. Ela é suspeita de espancar e matar o próprio filho, um bebê de três meses.

De acordo com a Polícia Militar, moradores da região informaram que a adolescente costumava bater e maltratar a criança. No entanto, as causas da morte ainda vão ser investigadas. 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local para tentar reanimar o bebê, que teve uma parada cardíaca, mas ele não resistiu.

Um dos socorristas relatou que ao chegar no local a criança estava na cama, apesar da mãe ter contado que estava lhe dando banho. Com isto, os procedimentos de reanimação foram realizados, como massagens cardíacas, mas a criança não respondeu, morrendo no local. Segundo ele, o bebê não tinha sinais de espancamento.

Os moradores do bairro ficaram revoltados com a suspeita e, para prevenir possíveis agressões, ela saiu do local acompanhada pela Polícia Militar e encaminhada para a Delegacia da Infância e Juventude, também na capital paraibana, onde vai prestar depoimento ao delegado do caso, Gustavo Carlito. Uma equipe da Gerência de Medicina e Odontologia Legal (Gemol) esteve no local e levou o corpo do bebê para fazer a perícia.

DIÁRIO DO SERTÃO com G1PB

Tags:
OS CIRENEUS DO CAMINHO

VÍDEO: Programa Mensagem de Esperança reflete sobre imunização espiritual e como lidar com adversários

'MENSAGEM DE FÉ'

VÍDEO: Padre apresenta programa especial na TV sobre a tradicional Festa de Dom Bosco em Cajazeiras

'OPINIÃO DO CIDADÃO'

VÍDEO: Em Cajazeiras, presidente da OAB-PB diz ser contra posse de arma: “Índices de mortes aumentam”

PROPRIEDADES EMBARGADAS

VÍDEO: Impedidos de plantar, agricultores de Cajazeiras acusam IBAMA de excessos na aplicação de multas