header top bar

section content

Direção da Colônia Penal poderá mudar regras para visitas de familiares de presos

O diretor da Colônia Penal Agrícola do Sertão, Sargento Francisco Coura ao tomar conhecimento das denuncias da presença de uma mulher fazendo programas sexuais com presos dentro de uma cela determinou a proibição da acusada de freqüentar o presídio por tempo indeterminado, até que se apure melhor o fato, mais negou que o caso viesse […]

Por

18/01/2010 às 22h57

/O diretor da Colônia Penal Agrícola do Sertão, Sargento Francisco Coura ao tomar conhecimento das denuncias da presença de uma mulher fazendo programas sexuais com presos dentro de uma cela determinou a proibição da acusada de freqüentar o presídio por tempo indeterminado, até que se apure melhor o fato, mais negou que o caso viesse ocorrendo já algum tempo, e que apenas a mulher teria conseguindo permanecer por apenas um dia, quando foi flagrada pelos agentes e pela polícia.

Como providência, Sargento Coura informou que vai estudar uma forma para definir os critérios de visitas que ocorrem atualmente nas quartas-feiras e domingos, onde os visitantes poderão ter que apresentar um documento pessoal que ficará retido na base do presídio e só será devolvido quando o visitante retornar.

O caso
Os agentes penitenciários da Colônia Penal Agrícola do Sertão de Sousa foram surpreendidos na tarde da última quinta-feira (14), com uma garota de programa que se encontrava escondida no interior da referida casa de detenção, suspeita de está fazendo programa sexual com detentos.

Conforme as primeiras informações, a mulher identificada apenas por "Vivilane", havia ingressado no estabelecimento prisional na última quarta-feira, durante a visita familiar aos presos e não saiu.
A acusada se encontrava escondida dentro da cela do detendo Adalberto Lourenço, onde a suspeita de que o preso agenciava os encontros amorosos com os outros presos e cobrava certa quantia em dinheiro pelo programa que era dividido entre ele e a mulher. Embora ainda não tenha sido confirmado, há suspeitas que "Vivilane" teria conseguido ficar dentro do presídio mantendo relações durante vários dias.

Descoberta
O caso só foi descoberto porque um dos presos albergados que sabia do que vinha ocorrendo se recusou a se recolher a cela junto com o Adalberto no inicio da noite de quinta-feira após o fim da visita, pois sabendo do que estava se passando poderia correr risco de morte e resolveu abrir o jogo delatando o esquema, o que foi confirmado com a ação in loco feita pelos agentes e pela polícia que encontraram a acusada escondida em uma das celas.

Da redação do Diário do Sertão
Com informações de Sertão Informado

Tags:
RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”

"MERECIA MAIS"

VÍDEO: Comentarista critica falta de prestígio de Sousa com o Governo do Estado nas nomeações de cargos

ANTIGO E NOVO

VÍDEO: Secretário e prefeito exibem projeto do novo Museu de Cajazeiras feito por arquiteta cajazeirense

COBRANÇAS INDEVIDAS

VÍDEO: Problemas com empréstimo consignado? Advogado dá orientações para que você não seja negativado