header top bar

section content

Vital do Rêgo defende criação de Plano Nacional de Segurança Pública

Presidente da comissão temporária do Senado criada para analisar projetos de lei que tratam de segurança pública, o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), defendeu urgentemente, a criação de um Plano Nacional de Segurança Pública. Vital que também foi o relator do Plano Nacional de Educação (PNE), acredita que esse plano terá um papel importante de […]

Por

08/07/2014 às 13h58

Vital defende criação de novo plano

Presidente da comissão temporária do Senado criada para analisar projetos de lei que tratam de segurança pública, o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), defendeu urgentemente, a criação de um Plano Nacional de Segurança Pública.

Vital que também foi o relator do Plano Nacional de Educação (PNE), acredita que esse plano terá um papel importante de fornecer subsídios para combater a violência no País, principalmente, na Paraíba onde os índices são assustadores.

Vital observou que as audiências públicas realizadas pela Comissão, com especialistas da área mostraram a necessidade urgente de se instituir um Plano Nacional de Segurança Pública. Para o senador, o plano precisa do apoio do governo, do Ministério da Justiça e dos órgãos de segurança. Ele adiantou que a comissão poderá promover novas audiências para esclarecer pontos específicos.

– Emergencialmente, uma ou duas audiências. Mas já estamos com esse espaço concluído. Vamos, agora, debater os relatórios setoriais. E esperamos que, ao longo destes 90 dias próximos, tenhamos para votação em Plenário o Plano Nacional de Segurança Pública proposto pelo Parlamento brasileiro.

O senador voltou a manifestar a sua preocupação em relação à segurança pública do país em particular na Paraíba. Ele lembrou que os paraibanos hoje vivem em constante estado de medo, devido o crescimento da violência. O clima de insegurança reina no Estado, não apenas nas duas principais cidades João Pessoa e Campina Grande, mas em todos os municípios paraibanos.

O senador lamentou o aumento dos casos de homicídios no Brasil e ressaltou que a capital João Pessoa, está entre as cidades mais violentas do país.

A escalada da violência segundo ele assusta e as autoridades precisam urgentemente criar meios para garantir a segurança que a sociedade tanto sonha e almeja. “A escalada de violência em João Pessoa foi dramática. Hoje o paraibano não sai de casa sossegado devido a ação da criminalidade” lamentou.

Na condição de presidente da comissão, o senador prorrogou por mais 90 dias o prazo para a conclusão dos trabalhos. A comissão temporária foi criada para analisar as 44 propostas em discussão no Senado que abordam o tema da segurança pública.

Assessoria

Tags:

Recomendado para você pelo google

PADROEIRO

VÍDEO: Festividades de São José, em Bom Jesus, chegam ao fim com eventos de esporte e shows no distrito

COM OLIVAN PEREIRA

VÍDEO: Nomeações em Cajazeiras, dia de São José e Zona Azul são os destaques do Direto ao Ponto de hoje

INDICAÇÕES DE CARGOS

VÍDEO: ‘Caça às bruxas’ de Jeová e Júnior pode render 2 mil votos para Zé Aldemir em 2020, diz colunista

INCENTIVO À CULTURA

VÍDEO: Projetos aprovados pelo FUMINC em Cajazeiras poderão ser anunciados na segunda semana de abril