header top bar

section content

Prefeito manda recado aos servidores que ameaçam paralisação em Sousa: “Se querem briga, vai ter briga”

O gestor declarou que paga o que está na lei e afirmou que não aceita ameaça por parte dos servidores municipais

Por Diário do Sertão

23/01/2019 às 11h36 • atualizado em 23/01/2019 às 11h46

O prefeito de Sousa, Fábio Tyrone (PSB), falou pela primeira vez durante entrevista coletiva à imprensa, em relação aos odontólogos que ameaçaram paralisação em busca de reajuste salarial.

Os odontólogos reivindicam reajuste salarial, e segundo eles, caso não haja acordo com a gestão, existe a possibilidade de suspensão das atividades no município.

O gestor declarou que paga o que está na lei e afirmou que não aceita ameaça por parte dos servidores municipais:

“Eu respeito muito meus colegas servidores, porém, não aceito ameaças. Nós pagamos o que é legal, se houver alguém insatisfeito saia ou será tirado. Estou aberto ao diálogo, mas, anunciar paralisação antes de conversar, do jeito que tem ação tem reação, eu não tenho medo de nada, se quiserem brigar, vamos brigar, agora vou usar o que a lei me permite”, disse Tyrone.

Sindicato da Saúde
Em contato com o Diário do Sertão, o presidente do Sindicato dos Profissionais e Auxiliares de Serviços em Saúde de Sousa (SINDIPROASS), Rafael Marques, falou que vai buscar se reunir com o prefeito para buscar resolver o problema da melhor forma.

Ouça abaixo o que disse o presidente do SINDIPROASS:

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

POBREZA EXTREMA

VÍDEO: Desempregada, doente e grávida, mulher faz apelo por ajuda em Cajazeiras para não passar fome

ESTUDO INÉDITO

VÍDEO: Expedição da FSM vai explorar o Nordeste para resgatar saberes populares sobre plantas medicinais

"ONIX, ONIX, ONIX"

VÍDEO: Festa retrô com banda dos anos 90 resgata carnaval com blocos tradicionais de Cajazeiras

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Após fazerem as ‘pazes’, Jeová e Júnior vão dividir cargos na saúde com Estela, diz comentarista