header top bar

section content

CRM interdita hospital do Sertão porque o único médico da Casa era o prefeito da cidade

O gestor sertanejo assumia três funções públicas no município, pois além de prefeito era diretor e médico do hospital.

Por

15/10/2011 às 14h34

O Conselho Regional de Medicina (CRM) do Estado da Paraíba, em parceria com o Ministério Público da Comarca de Catolé do Rocha, interditou esta semana o Hospital e Maternidade São Lucas, que fica na cidade de Brejo dos Santos, por ferir o código de ética da classe.

O hospital é o único do município e estava funcionando com apenas um médico, Lauri Ferreira, que é diretor da unidade de saúde e prefeito da cidade.

A fiscalização do CRM informou que um hospital deve funcionar com médicos que trabalhem diuturnamente e todos os dias.

O hospital fechou suas portas neste sábado e deve contratar profissionais médicos para que seja reaberto. A infraestrutura do local também foi avaliada pelo conselho, que aprovou a estrutura física da unidade de saúde.

Veja também:

Conselho Regional de Medicina fecha hospital de cidade do Sertão por irregularidades. VEJA O VÍDEO!

DIÁRIO DO SERTÃO
 

Tags:

Recomendado para você pelo google

PROFESSORES CONTRATADOS

VÍDEO: Após pressão de vereador, prefeitura de Cajazeiras confirma pagamento de salários atrasados

VIOLÊNCIA SEM PARAR

VÍDEO: Jovem é morto com vários tiros e mulher fica ferida após ser vítima de bala perdida em Cajazeiras

TRAGÉDIA

VÍDEO: Comandante da PM lamenta morte de vereador e diz que assassinos são conhecidos no crime

VÍDEO

Padre convoca população para manifesto pelo Parque de Exposições na visita do governador a Cajazeiras