header top bar

section content

Governo realizada Feira de Negócios e Empreendedorismo a partir de sexta-feira, em João Pessoa

A abertura do evento, realizado até domingo (30), será às 16h, no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa

Por Priscila Belmont

26/07/2017 às 09h26 • atualizado em 26/07/2017 às 09h27

Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa

O Governo do Estado promove, a partir de sexta-feira (28), a primeira edição da Feira de Negócios e Empreendedorismo da Paraíba (Fenemp). O espaço será uma oportunidade de qualificação e formação de novos negócios. A abertura do evento, realizado até domingo (30), será às 16h, no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa. A feira será realizada ainda nas cidades de São Bento, Bananeiras e Monteiro.

O governador Ricardo Coutinho ressaltou a importância da realização da feira para o empreendedorismo no Estado: “Será uma grande convergência de palestras e oficinas sobre o empreendedorismo aqui no Estado. O Governo do Estado, além de oferecer o crédito, oferece as condições para que as pessoas se qualifiquem, sejam bons empreendedores”, disse.

Ricardo destacou, ainda, os dados do Programa de Apoio ao Empreendedorismo (Empreender-PB), criado no primeiro ano de sua gestão, em 2011. “Em menos de seis anos e meio de Governo, já que no primeiro ano tivemos que montar o Programa, foram investidos mais de R$ 123 milhões, beneficiando 23 mil contratos de microcrédito. É uma força enorme na economia paraibana”, afirmou. “São 12 linhas de crédito com juros bem abaixo do mercado e número de parcelas mensais bem ampliadas”, prosseguiu.

Entre as modalidades de linha de crédito disponíveis, estão:

-Empreender Pessoa Física, de R$ 200 a R$ 15 mil;

– Empreender Juventude, de R$ 200 a R$ 15 mil;

– Empreender Profissional Liberal, de R$ 200 a R$ 30 mil;

– Empreender Mulher, de R$ 200 a R$ 15 mil;

– Empreender Artesanato, de R$ 200 a R$ 15 mil;

– Empreender Pessoa Jurídica, de R$ 5 mil a R$ 100 mil.

A secretária Executiva do Empreendedorismo, Amanda Rodrigues, destacou a importância da primeira edição da Feira de Negócios e Empreendedorismo da Paraíba. “Esse evento é um marco, e que vem selar todo o trabalho desenvolvimento pelo Empreender desde 2011. Ao longo desse período, já são mais de R$ 120 milhões investidos na economia paraibana, gerando ocupação e renda”, frisou.

Ao todo, são 200 empreendedores que vão participar da Fenamp nas quatro cidades, selecionados por edital de chamamento público. “É um espaço apropriado, idealizado justamente para esse tipo de negócio. Teremos ainda grandes parceiros para esclarecer dúvidas tanto dos empreendedores quanto de quem deseja empreender, a exemplo da Receita Federal, Receita Estadual, Sebrae e Procon-PB”, completou Amanda Rodrigues.

Programação – A primeira cidade a receber a Feira de Negócios e Empreendedorismo da Paraíba será João Pessoa, de 28 a 30 de julho, no Espaço Cultural José Lins do Rego.

Em seguida, a Fenamp ocorrerá em São Bento, Sertão paraibano, de 6 a 9 de setembro, no Shopping das Redes.

Já de 13 a 15 de outubro, o município contemplado será o de Bananeiras, na região do Brejo, no Ginásio Ramalhão.

A última feira da edição 2017 da Fenamp será realizada em Monteiro, de 24 a 26 de novembro, na Praça João Pessoa.

Além dos cursos de capacitação e da troca de experiência entre negócios de sucesso, o público contará com várias atrações culturais. Entre as palestras ministradas, estão:

– A Importância da Formalidade;

– Motivação para Empreender;

– O Poder das Mídias Digitais na Divulgação do Seu Produto.

Secom

Recomendado para você pelo google

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ciro diz que Ricardo ‘prejudicou-se na sucessão’, mas elogia Azevêdo: “Seria uma honra no PDT”

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras alerta que “pobreza se avoluma cada vez nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”

PROJETO DE LEI

VÍDEO: Comentarista diz que críticas ao leilão de imóveis da Prefeitura de Cajazeiras é ‘politicagem’