header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Responsáveis pelos transportes do município falam sobre paralisação em Cajazeiras

Janielson Daniel explicou que a greve foi deflagrada após comunicado oficial a Secretaria de Educação

Por

08/10/2015 às 09h57

O transporte escolar do município de Cajazeiras foi paralisado nesta quinta-feira (08), alegando falta de pagamento e más condições de trabalho, o que colocaria em risco a vida de centenas de crianças. 

O responsável pelos transportes do município, Janielson Daniel explicou que a greve foi deflagrada após comunicado oficial a Secretaria de Educação. “Avisamos a Secretaria dois antes da paralisação”.

 

Janielson Daniel informou que a classe recebeu orientações do Ministério Público, no sentido de que o pagamento dos servidores deveria ser efetuado até o 5º dia útil de cada mês, mas não estaria acontecendo.

Os motoristas, segundo Janielson Daniel reivindicam o pagamento do mês de setembro, fardamento, que não recebem desde admissão na prefeitura, serviços de borracharia para os ônibus, manutenção, troca de extintores que estão vencidos e reparos ou trocas de parabrisas que estão quebrados.

“Nossa responsabilidade é grande porque transportamos pessoas, especialmente crianças e preferimos que as coisas aconteçam conosco, mas com os pequenos não”. Argumentou Janielson Daniel.

Veja também:

?*Secretária alega crise para justificar atraso de salários e cortes na Prefeitura de Cajazeiras

  

O outro lado
A secretária de Educação, Edna Elba Caldas Barreto informou que procurou o MP, juntamente com o procurador do município, Silvio Nogueira e a secretária da Fazenda Pública, Josefa Vanóbia, para buscar solucionar o problema.

Edna Barreto confirmou a greve em Cajazeiras, mas contestou o movimento afirmando que não há razão que justifique essa paralisação.

Ela explicou que o movimento é dos servidores efetivos, porém, não são todos os transportes que estão parados, pois alguns motoristas não aderiram ao movimento.

“Os motoristas que paralisaram são efetivos e alguns em estágio probatório. Outros estão trabalhando, mas quero adiantar que esse movimento é uma incoerência total”. Criticou Edna Barreto.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local

EX-ALIADO

VÍDEO: Vereador revela que defender professores foi a ‘bomba’ que iniciou rompimento com José Aldemir

NO FERIADO

VÍDEO: Vice-presidente da ACI parabeniza radialistas e convida para confraternização da imprensa local