header top bar

string(11) "show-diario"

section content

Como superar o fim de um relacionamento: 10 dicas que sempre funcionam

Embora não exista uma “fórmula mágica”, existem, sim, algumas dicas para ajudar a superar o fim de um relacionamento da melhor maneira possível. Confira

Por Site de Beleza e Moda

20/05/2018 às 08h00 • atualizado em 19/05/2018 às 09h16

Como superar o fim de um relacionamento

Quando iniciam um relacionamento, as pessoas certamente esperam que ele seja duradouro.

Porém, infelizmente nem sempre acontece assim.

São inúmeros os fatores que podem levar um casal (de namorados ou esposos) a se separar…

E, independentemente de quem tenha tomado a inciativa de separação, o término de um relacionamento costuma ser doloroso para ambas as partes, especialmente se ainda existe amor (pelo menos de um dos lados).

Está passando exatamente por isso?! Não desanime!

Embora não exista uma “fórmula mágica”, existem, sim, algumas dicas para ajudar a superar o fim de um relacionamento da melhor maneira possível. Confira:

1. Iniciar uma nova atividade

Salma Cortez, psicóloga formada pela USP, destaca que uma dica valiosíssima é ingressar numa atividade completamente nova e, preferencialmente, diferente da sua rotina, que envolva completamente sua mente.

Por exemplo: correr, dançar, iniciar um novo curso presencial ou online, se matricular em uma academia etc.

“Ingressar num trabalho voluntário é ótimo, porque somos ajudados ao ajudarmos; e saber que podemos doar nos ajuda a relativizar e redimensionar nossos problemas”, acrescenta a psicóloga.

Além de nos distrair da melhor forma, quando iniciamos uma nova atividade, mudamos um pouco nossa rotina e, assim, nos abrimos para o novo – e isso é essencial nesta fase!

2. Não mexer nas lembranças

Uma medida importante, de acordo com Salma, é guardar (bem escondido!) tudo o que trouxer lembranças sobre o relacionamento.

“Isso deve ser feito por pelo menos três meses”, comenta.

Então, vale a pena esconder os porta-retratos, excluir algumas fotos do celular e/ou do computador, e até mesmo evitar usar alguns presentes que você ganhou do ex (como, por exemplo, joias, roupas, sapatos) por algum tempo.

3. Curtir seu tempo de solteira

Isso significa, sobretudo, que você não precisa ficar buscando desesperadamente um novo relacionamento.

Por mais que pareça difícil num primeiro momento, é muito válido ficar um tempo sozinha, sair com amigos e/ou familiares, viajar etc.

“Ficar solteira (o) é superimportante nessa fase, para que o término seja vivenciado com inteireza…”

“Vale a pena rever o que funcionou e o que não funcionou no relacionamento; o que é possível aprender; pensar em novas formas de lidar com as diferenças; avaliar até que ponto ceder ou não fazem parte do processo de amadurecimento sobre como lidar com as diferenças (que fazem naturalmente parte de qualquer relacionamento)”, destaca Salma.

4. Sair mais

Quem está sofrendo com o fim de um relacionamento, num primeiro momento, geralmente não sente vontade de sair…

Mas, vale a pena “fazer um esforcinho” e sair com amigos e/ou familiares, estar aberta a conhecer novas pessoas e viver momentos diferentes.

“Fazer coisas novas e saudáveis é muito importante nesta fase e isso inclui, sim, conhecer novas pessoas, mas não necessariamente ficar ou namorar novas pessoas.”

“É válido conhecer pessoas de outras culturas, outros hábitos sociais”, comenta Salma.

5. Viajar mais para superar o fim de um relacionamento

Que tal aproveitar para fazer uma viagem sozinha ou entre amigas?!

Na maioria das vezes, quem namora ou é casada não tem essa oportunidade, por diversos motivos…

Por exemplo, nem sempre a agenda de férias do casal bate e, por isso, os dois optam por não viajar; além disso, às vezes um gosta mais de praia e outro de montanha; e por aí vai…

Estando solteira, você terá a liberdade de viajar para onde quiser, conhecerá novos lugares e pessoas, além de, é claro, se distrair muito e “tirar um pouco da cabeça” o sofrimento com o fim do relacionamento.

6. Não ficar com alguém para esquecer outra pessoa

Salma destaca esta como uma dica essencial.

Ao se envolver com alguém, com a ideia fixa de esquecer o ex, você só se frustrará…

E ainda corre o risco de machucar o próximo.

Para superar o fim de um relacionamento, é essencial viver “cada coisa no seu tempo”.

Além disso, você não precisa mostrar pra ninguém “que superou e já tem outra pessoa”!

Isso não significa, porém, que você não possa se apaixonar depois de alguns meses da separação com o ex…

Porém, é preciso saber distinguir “carência” de “paixão/amor”.

Exatamente por isso é muito válido curtir seus dias de solteira, fortalecer seu amor próprio, para, então, depois, estar preparada para se envolver com outra pessoa!

7. Não entrar em comportamentos compulsivos

Salma explica que a pessoa que deseja superar o fim de um relacionamento não pode se entregar a comportamentos compulsivos, como, por exemplo: comer demais, beber demais, dormir compulsivamente, comprar exageradamente.

Caso note algum sinal desse tipo, vale a pena buscar a ajuda de um psicólogo – que, com certeza, te ajudará muito nesta fase de separação!

8. Não se culpar e nem culpar o próximo

É válido refletir sobre a relação que não deu certo, porém, não vale a pena “ficar remoendo” sobre o que você ou o seu ex-parceiro “fez de errado”.

Não se deve dizer que “a culpa do término” foi sua ou dele e, muito menos, sofrer por isso!

9. Não ficar seguindo a pessoa nas redes sociais

Salma destaca esta como outra dica importantíssima.

E talvez seja também a mais difícil de se colocar em prática!

Afinal, é natural ter certa “curiosidade” sobre o que o outro está fazendo, com quem está ou não se envolvendo etc., e tudo isso pode ser buscado através das redes sociais.

Fazer isso, porém, é uma verdadeira autopunição…

Você procura por algo que, com certeza, a fará sofrer!

Se necessário, se afaste por uns tempos das redes sociais; se achar melhor, exclua o ex dos seus contatos; peça para os amigos em comum não ficaram “trazendo notícias”; enfim, tente seguir em frente!

10. Fortaleça sua autoestima

Não deixe que o sofrimento com o fim de um relacionamento te “deixe para baixo”, te faça pensar que você não é “boa o suficiente” para o outro.

Lembre-se que nada pode diminuir seu valor!

Sinta-se bem consigo mesma: cuide da sua saúde, da sua beleza, faça coisas que gosta, invista em você em todos os sentidos!

Quando bater um desânimo, lembre-se de que nem sempre você esteve namorando aquela determinada pessoa…

Ou seja, você “existia”, “vivia” antes de conhecê-la…

Então, é só “desacostumar” com a ideia de tê-la ao seu lado e seguir a vida em seus novos caminhos!

Superar o fim de um relacionamento não é fácil!

Mas, é algo que todo mundo pode fazer…

E, com você, não será diferente! Lembre-se disso!

E, se for necessário, não hesite em procurar ajuda profissional.

Fonte: http://www.sitedebelezaemoda.com.br/como-superar-o-fim-de-um-relacionamento-10-dicas-que-sempre-funcionam/

CLUBE VIVE IMPASSE

VÍDEO – Representante do Atlético em reunião da FPF apresenta fórmula para participar do Paraibano 2019

VÍTIMA DA DIABETES

VÍDEO: Ameaçada de perder o segundo pé, idosa de Cajazeiras pede ajuda para adquirir sandália especial

ASSISTA

VÍDEO: ‘Mensagem de Esperança’ debate o mundo e o mal, sexo e outros temas

PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores