header top bar

string(11) "show-diario"

section content

Morte de blogueira Nara Almeida levanta debate sobre as causas do câncer de estômago

A digital influencer descobriu a doença em 2017 e nos últimos três meses esteve internada no Hopital Nove de Julho, em São Paulo

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

22/05/2018 às 08h41

Nara Almeida (Foto: reprodução)

A morte da blogueira e modelo Nara Almeida aos 24 anos, nesta segunda-feira (21), levantou o debate sobre o que leva a pessoa a ter um câncer de estômago e a importância dos hábitos saudáveis.

A digital influencer descobriu a doença em 2017 e nos últimos três meses esteve internada no Hopital Nove de Julho, em São Paulo.

Também conhecido como câncer gástrico, os tumores do estômago aparecem em terceiro lugar na incidência entre homens e em quinto entre as mulheres. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA) são diagnosticados mais de 20 mil novos casos de câncer gástrico por ano.

Causas

Não se sabe ao certo o que causa o câncer de estômago, mas sabe-se que há uma forte correlação entre a infecção pelo H. pilory, uma dieta rica em sal e em alimentos defumados e em conserva e o desenvolvimento de câncer gástrico.

Diagnóstico precoce

Por apresentar muitos sintomas inespecíficos, comuns a outras doenças, por vezes, o paciente demora a buscar apoio especializado. Entre os sinais do câncer de estômago estão perda de peso, cansaço, falta de apetite, náuseas e vômitos, sensação de má digestão, azia e desconforto abdominal persistente, sangramentos gástricos (mais incomuns), sangue nas fezes, fezes escuras, pastosas e com odor muito forte (indicativo da presença de sangue oculto).

Tipos

O câncer de estômago se apresenta, geralmente, em três tipos distintos: adenocarcinoma (correspondente a 95% dos casos), linfoma (3% dos casos) e leiomiossarcoma (2%).

Adenocarcinomas são um tipo maligno de tumor que acometem células secretoras e que podem acontecer em qualquer parte do corpo. Já os linfomas são um tipo específico de tumor que afeta células do sistema linfático. Um leiomiossarcoma, por sua vez, é um tipo de tumor que afeta os tecidos que dão origem aos ossos e músculos do corpo.

Tratamento

O tratamento do câncer de estômago é tratado da mesma forma que os outros tipos de câncer, ou seja, com radioterapia, quimioterapia, e em alguns casos a cirurgia para remover parte do estômago ou a todo, de acordo com a gravidade e, depende do tamanho, da localização e do estado geral da pessoa.

O câncer de estômago tem cura, porém tem maiores chances de cura quando é diagnosticado no início da doença. Apesar disso, em alguns casos, existe sempre a possibilidade de metástase para o fígado, pâncreas e outras regiões do corpo próximas.

BLACK FIADO

VÍDEO: Conheça a versão mais popular da Black Friday que agita o comércio de Cajazeiras durante 30 dias

DESTAQUES DA SEMANA

VÍDEO: Repercussão da entrevista de José Aldemir encabeça as polêmicas do Direto ao Ponto desta terça

PROGRAMA DE MÚSICA

VÍDEO: Confira as novidades que vêm aí na nova temporada do Acústico Diário com cantor cajazeirense

VÍDEO

Secretário responde a sindicato e diz que acusações contra prefeito de Cajazeiras podem parar na Justiça