header top bar

section content

Tempo livre e sem fazer nada, traz mais felicidade do que dinheiro, aponta estudos

Pesquisadores da University of British Columbia fizeram um estudo com 4,6 mil voluntários para descobrir o que traz mais felicidade

Por El Hombre

13/06/2018 às 09h32

Estudos comprovam que tempo livre é melhor do que dinheiro

Mas enriquecer ao custo do ser workaholic é uma má ideia. Afinal, de que adianta ficar com a carteira recheada se você não tem tempo para aproveitar a grana?

Pesquisadores da University of British Columbia fizeram um estudo com 4,6 mil voluntários para descobrir o que traz mais felicidade: dinheiro ou tempo livre.

Após as entrevistas, os estudiosos notaram que a quantidade de pessoas que escolhe “mais dinheiro” ou “mais tempo” é bem parecida, com a segunda opção tendo um pouco mais de votos, tanto em situações rotineiras como em grandes decisões da vida.

Após as entrevistas, os estudiosos notaram que a quantidade de pessoas que escolhe “mais dinheiro” ou “mais tempo” é bem parecida, com a segunda opção tendo um pouco mais de votos, tanto em situações rotineiras como em grandes decisões da vida.

A má notícia para os ambiciosos que escolheram dinheiro? Existe uma conexão entre tempo livre e aumento de felicidade, segundo o estudo.

Uma das perguntas feita aos voluntários foi sobre qual trabalho eles escolheriam:

Um que paga menos, mas fica perto de sua casa?
Um que fica do outro lado da cidade, mas com remuneração maior?
E aí, com qual você ficaria?

Fonte: El Hombre - https://www.elhombre.com.br/tempo-livre-traz-mais-felicidade-do-que-dinheiro-diz-estudo/

PROBLEMA GRAVE

VÍDEO: No Xeque-Mate, voluntários debatem sobre maus tratos e abandono de animais em Cajazeiras

SANTO PADROEIRO

VÍDEO: Padre anuncia programação da festa de Dom Bosco em Cajazeiras; festival de música é confirmado

FÓRUM AÇUDE GRANDE

VÍDEO: Grupo entrega documento no MP para fortalecer campanha de revitalização do açude de Cajazeiras

"FICOU DESPREZADA"

VÍDEO: Mulher acusa HRC de negligência no caso da morte de sua irmã após parto; hospital responde