header top bar

string(11) "show-diario"

section content

Vídeo assustador mostra inseto vivo sendo retirada de dentro de ouvido de homem

O médico, especializado em limpeza de ouvidos, ficou chocado com o animal 'morando' lá dentro

Por Hora 7

17/10/2018 às 09h09 • atualizado em 17/10/2018 às 09h10

O Dr. Rahmat Omar não é apenas um otorrinolaringologista renomado, mas também uma pequena estrela do YouTube com seus vídeos de gosto duvidoso mostrando as coisas mais estranhas dentro de orelhas e narizes de pacientes que sofrem. O mais novo e assustador deles mostra uma pulga vivendo há DIAS dentro da orelha de um homem sofrendo e alimentando o parasita.

Parece que as pessoas lá estão propensas a deixarem animais esquisitos entrarem em orifícios

O próprio médico ficou assustado quando viu o animal vivo lá dentro. Ele estava tranquilamente sugando sangue do paciente.

Em entrevista ao jornal Mirror, ele afirmou que o paciente estava com “extremo desconforto”. “É a primeira vez que vejo algo assim e espero ser a última”, disse ele.

O animal deu trabalho para ser removido, pelas dificuldades envolvidas em sua remoção. Tudo porque não é recomendável deixar uma das patas do animal preso na pele.

Pulga foi retirada viva da orelha do paciente (Foto: Reprodução/YouTube/drrahmatorlummc)

Após ser removida de seu lar, ela ficou se mexendo, provavelmente sem acreditar que mamata acabou.

Após a remoção bem-sucedida, o médico então tirou o excesso de cera no ouvido do homem.

Fonte: https://noticias.r7.com/hora-7/fotos/video-assustador-mostra-pulga-viva-sendo-retirada-da-orelha-de-homem-16102018#!/foto/12

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Diversidade em Foco com professor de Português destaca as variações da nossa língua

HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local