header top bar

section content

Alerta: fazer exercícios no calor pode causar estresse térmico e levar ao colapso

Sociedade de Cardiologia do Rio de Janeiro destaca os efeitos do calor intenso deste verão

Por Eu Atleta

17/01/2019 às 08h49

Clima quente e úmido atrapalha a sudorese, um controlador da temperatura interna (Foto: Istock)

Os termômetros têm marcado temperaturas próximas dos 40°C. Por isso, andar na rua tem sido exaustivo. Muito pior é se exercitar ou trabalhar debaixo de um sol forte. Essa combinação pode provocar um estresse térmico e a Sociedade de Cardiologia do Estado do Rio de Janeiro alerta que é preciso ficar alerta aos sintomas que são inicialmente de desidratação, com boca seca, urina escura e em pouca quantidade, seguida de fadiga, náuseas, vômitos, câimbras, dor de cabeça, queda da pressão arterial, tonteira, desmaio e até alterações neurológicas, de acordo com a gravidade do caso.

– O estresse térmico acontece quando nosso corpo não consegue compensar o aumento da temperatura corporal associado ao aumento da temperatura ambiente ou quando a produção de calor, pelo exercício, por exemplo, excede a capacidade de dissipação deste calor. Se o indivíduo não conseguir corrigir esse aumento da temperatura corporal pelos mecanismos de termorregulação, como a sudorese pela evaporação, por exemplo, ele pode entrar em colapso – explica a cardiologista Claudia Lucia Barros de Castro, presidente do Departamento de Ergometria, Reabilitação Cardíaca e Cardiologia Desportiva da Socerj.

A médica alerta ainda que os exercícios físicos devem ser evitados em horários muito quentes. Quem trabalha em ambientes quentes, como ambulantes nas praias, deve optar por roupas claras e leves, de algodão ou dry fit, protetor solar, viseira e se hidratar constantemente. Segundo Claudia Lucia, não devemos esperar sentir sede para iniciar a hidratação.

– Corredores devem ficar atentos, pois o Rio de Janeiro tem o clima quente e úmido, o que atrapalha a sudorese e é possível não conseguir perder o calor gerado pelo exercício para o ambiente e isso pode gerar o quadro de exaustão ou até mesmo o colapso pelo calor.

Fonte: Eu Atleta - https://globoesporte.globo.com/eu-atleta/noticia/alerta-fazer-exercicios-embaixo-de-sol-forte-pode-causar-estresse-termico-e-levar-ao-colapso.ghtml

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Secretário de João Azevêdo defende aproximação de Dra Paula e Zé Aldemir ao Governo estadual

BRIGA NO CARNAVAL

VÍDEO: Autoridades policiais revelam que suspeitos do crime na Vila Nova em Cajazeiras alegaram vingança

SAÚDE

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe médico radiologista e tira dúvidas sobre os exames por imagem

CRISE NO PSB

VÍDEO: Nonato Bandeira evita dar resposta a Ricardo por determinação de João Azevêdo: “Estamos focado no trabalho”