header top bar

section content

Aldeone quer festejar os 25 anos do Sousa conquistando a vaga na Série D

Presidente do Dinossauro diz que a classificação para a competição nacional seria o presente ideal para o clube, que no dia 10 de julho completa 25 anos de história

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

29/04/2016 às 12h31

Vereador Sousense Aldeone Abrantes (Foto: Diário do Sertão)

O Sousa está prestes a completar 25 anos de história e o presidente Aldeone Abrantes sabe muito bem que presente quer para o clube: a vaga na Série D do Brasileirão. O Dinossauro é um dos quatro semifinalistas do Campeonato Paraibano e, se chegar à decisão ou se terminar o estadual com mais pontos que o CSP, então vai ter assegurada a sua participação nas edições de 2016 e 2017 da competição nacional.

– O Sousa faz 25 anos neste ano. Seria um presentaço se a gente fosse para a Série D – resumiu Aldeone Abrantes, lembrando que o Dinossauro aniversaria no próximo dia 10 de julho.
As semifinais do Campeonato Paraibano estão assim definidas: de um lado, Botafogo-PB e Sousa se enfrentam; do outro, o duelo é entre Campinense e CSP. Como o Belo já está na Série C, as duas vagas a que a Paraíba tem direito na Série D estão entre Dinossauro, Raposa e Tigre.

Há dois meios práticos para o Sousa conseguir seu objetivo. O primeiro é passar pelo Botafogo-PB e chegar à final do Paraibano. O outro é, mesmo sendo eliminado pelo Belo, torcer para o CSP também ser eliminado pelo Campinense e somar pelo menos um ponto a mais que o Tigre na semifinal. É que, assim, a Raposa asseguraria uma das vagas e a segunda ficaria com o time eliminado na semifinal que tenha mais pontos ao longo de todo o Paraibano. E, por ora, Dinossauro e Tigre estão rigorosamente empatados em pontos.

Sabendo disso, Aldeone avalia que o jogo do próximo domingo, quando Sousa e Botafogo-PB abrem a semifinal no Marizão, vai ser o jogo da vida do Dinossauro.

– Até um pontinho pode dar ao Sousa ou ao CSP a vaga na Série D. Nós estamos rigorosamente iguais em número de pontos, a diferença é o saldo de gol. São dois jogos difíceis: o CSP vai pegar uma pedreira, que é o Campinense, e nós vamos pegar o Botafogo. Até um pontinho pode colocar o Sousa na Série D. E nós vamos buscar o nosso resultado no domingo. O Sousa vai jogar domingo para vencer o jogo. Meio a zero já está bom demais. Nós estamos querendo fechar os 25 anos do Sousa, essa história tão bonita de um clube tão jovem, acostumados a grandes competições, com a disputa da Série D agora em 2016, no ano das bodas de prata do Dinossauro.

Mas Aldeone não prevê vida fácil para o Sousa contra o Botafogo-PB. Nos quatro jogos em que se enfrentaram neste estadual, o Dinossauro venceu apenas uma vez (3 a 1 no Marizão) e perdeu as outras três (2 a 1 no Marizão e 2 a 0 e 5 a 0 no Almeidão). O presidente alviverde reconhece que jogar contra o Belo em João Pessoa é muito complicado e, por isso, se apega à possibilidade de fazer logo um bom resultado em casa.

Aldeone Abrantes, sobre a festa que está sendo preparada no Marizão para o primeiro jogo da semifinal, contra o Botafogo-PB
– A gente sabe que jogar aqui (em João Pessoa) é muito difícil, pelo Botafogo, pela sua torcida, pela cultura. Então nós temos que jogar esse primeiro jogo como nós jogamos o outro jogo, quando vencemos o Botafogo com o coração. No segundo tempo, o Sousa foi senhor absoluto do jogo. O Botafogo foi melhor aqui e o Sousa foi melhor lá, quando venceu por 3 a 1. Não fomos bem no primeiro tempo, mas, no segundo tempo, que é a hora de a onça beber água, o Sousa se agigantou. Então nós temos que focar nesse jogo de domingo – avaliou o dirigente, que garante que o clima em Sousa vai estar propício para uma vitória do Dinossauro.

– Já está passando a ressaca do torcedor. Já estão organizando a festa. A La Bambonera vai ferver. Pode esperar, que vai ferver no domingo – finalizou Aldeone, referindo-se ao Marizão através de uma alusão ao estádio do Boca Juniors.

Sousa e Botafogo-PB abrem a semifinal do Campeonato Paraibano às 16h30 deste domingo, no Marizão, e fazem o jogo da volta no domingo seguinte, no Almeidão. Campinense e CSP só fazem o primeiro jogo no dia 8 e a volta está marcada para o dia 11, mas pode ser adiada para o dia 15, caso a Raposa se classifique na Copa do Brasil.

GE

DEPENOU O GALO

VEJA OS GOLS: Atlético de Cajazeiras vence o Treze de Campina e assume a liderança isolada do Paraibano

NA TELA DA TV DIÁRIO

Diário Esportivo traz tudo sobre a 2ª rodada do Paraibano; Tático narra gol da vitória do Atlético

SE CUIDE!

VÍDEO: No Janeiro Branco, Diversidade em Foco promove uma ‘Conversa sobre suicídio e como evitá-lo?’

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”