header top bar

section content

NO PARAIBANO: Após barra TV´s e portais do Sertão, FPF é cobrada por rádios de Guarabira por condições em estádio

Em nota, as Associações pediram uma atitude por parte da Federação Paraibana de Futebol que organiza a competição e um posicionamento do Ministério Público.

Por Redação Diário

20/01/2018 às 23h31 • atualizado em 21/01/2018 às 09h28

Por falta de cabines, equipe teve que cobrir a partida da arquibancada (Foto: Portal Mídia)

Depois da polêmica que envolveu os portais e Tv´s Webs do Sertão, onde o presidente Amadeu Rodrigues mandou usar o poder de polícia sobre os integrantes das equipes e barrar as transmissões dos jogos, agora foi a fez dos radialistas de Guarabira padecerem e terem que transmitir o jogo nas arquibancadas do Estádio Carneirão, na cidade de Cruz do Espírito Santo, a 32 km de distância de João Pessoa.

VEJA TAMBÉM:
EXCLUSIVO: Rosilene rompe o silêncio, se solidariza com portais, diz estar arrependida em apoiar Amadeu na FPF e pede desculpas aos clubes

SOLIDARIEDADE
A Associação de Cronistas Esportivos da Paraíba (ACEP) E Associação Paraibana de Cronistas Esportivos (APBCE) reclamaram em nota das más condições de trabalho do Estádio Carneirão.

Na nota as duas Associações pediram uma atitude por parte da Federação Paraibana de Futebol que organiza a competição e um posicionamento do Ministério Público.

O QUE ACONTECEU
O fato é que o estádio não oferece cabines de imprensa suficientes e alguns radialistas tiveram que trabalhar nas arquibancadas na última quarta-feira (17), no jogo entre o Auto Esporte e Desportiva Guarabira.

O QUE DIZ O MINISTÉRIO PÚBLICO
Em contato com a reportagem o procurador de Justiça e presidente da Comissão de Combate e Prevenção à Violência nos Estádios da Paraíba, Valberto Lira, disse que ainda não tomou conhecimento das reclamações das associações.

“Não chegou nenhum requerimento formal na minha mão. Mas assim que chegar, se chegar, eu vou considerar e marcar a reunião com o pessoal para discutir isso. Por ora, o estádio está liberado, mas a direção dele precisa cumprir algumas exigências que a Comissão pediu e, se não forem feitas dentro do prazo, os jogos do Auto Esporte voltam para o Almeidão”, disse Valberto.

Por falta de cabines, equipe teve que cobrir a partida da arquibancada (Foto: Portal Mídia)

E A FEDERAÇÃO
Prestando atenção às reclamações das associações, o presidente da Federação, Amadeu Rodrigues afirmou que vai tentar marcar uma reunião com o Ministério Público. No entanto, ainda não existe previsão para quando o encontro deve acontecer.

CONFIRA AS NOTAS DAS ASSOCIAÇÕES

NOTA DA APBCE

A Associação Paraibana dos Cronistas Esportivos (APBCE) lamenta e repudia, a falta de estrutura para os profissionais de imprensa no estádio “Carneirão”, na cidade de Cruz do Espírito Santo (PB), no jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Paraibano de Futebol Profissional da 1ª divisão; envolvendo as equipes do Auto Esporte de João Pessoa e da Desportiva Guarabira.

Os membros das equipes esportivas das rádios Constelação, Rural e Cultura, todas guarabirenses, foram impedidos de desempenhar as suas funções com dignidade, devido o estádio não ter cabines de imprensa suficientes para comportar um número razoável de emissoras de transmissão esportiva. Os radialistas desempenharam os seus trabalhos da arquibancada, local inapropriado para realização de tal atividade, ficaram expostos à chuva, com risco de terem os seus equipamentos de trabalho danificados pela água e até mesmo, sujeitos à agressão, por parte de algum torcedor mais exaltado.

Nós que fazemos a APBCE, repudiamos e solicitamos do presidente da Federação Paraibana de Futebol, senhor Amadeu Rodrigues, dos clubes participantes do Campeonato Estadual e do presidente da Comissão Estadual de Combate e Prevenção à Violência nos Estádios, Dr. Valberto Lira; mais atenção às necessidades para um melhor conforto da crônica esportiva paraibana e consequentemente, um maior respeito aos profissionais que nela trabalham.

Elialdo Witomark da Silva – Presidente da APBCE

NOTA DA ACEP

O presidente da ACEP, Ronaldo Belarmino, vai provocar com uma certa urgência uma reunião com o MP e FPF, onde vai apresentar ao Promotor Valberto Lira, presidente da Comissão de prevenção e acidentes nos estádios da Paraíba e Amadeu Rodrigues presidente da federação, as deficiências encontradas para a transmissão da partida entre Auto Esporte x Desportiva disputada nesta quarta feira no estadio Carneirão…

Entre os problemas detectados, estava a falta de cabines suficientes para as equipes de rádios e de TV, o que fez com que as equipes de radio de Guarabira transmitissem os jogos nas arquibancadas entre os torcedores.

Para Ronaldo Belarmino essa situação tem que ser resolvida o mais rápido possível, e tanto o MP como a FPF devem exigir o cumprimento da ata da ultima reunião entre o Auto Esporte, MP e FPF e administração do estadio para que não mais se repita esse fato…

Ronaldo Belarmino – presidente da Acep

DIÁRIO ESPORTIVO com GE

ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco

SERTÃO PRESTIGIADO

VÍDEO: Com cajazeirense na vice-presidência, OAB-PB empossa os eleitos para comandar a instituição

ÁGUA

VÍDEO: Prefeito de Santa Helena inaugura barragem na comunidade São Bento e açude já acumula água