header top bar

section content

“Quero fazer gol”, diz Marcelinho Paraíba, que nunca venceu o Clássico Tradição

Jogador não participou do primeiro confronto entre Belo e Galo em 2018 por não estar regularizado. Confirmado para o duelo de domingo, o meia espera vencer o rival e encaminhar a classificação

Por Globo Esporte PB

16/02/2018 às 11h28

(Foto: Reprodução/TV Paraíba)

Buscando a classificação antecipada para o mata-mata do Campeonato Paraibano, o Treze recebe o Botafogo-PB para mais um Clássico Tradição, que acontece neste domingo no Estádio Amigão. Para o confronto, o Alvinegro de Campina Grande conta com uma carta na manga. Trata-se do meia Marcelinho Paraíba, que ainda não venceu o Belo vestindo a camisa do Galo. O jogador, que não atuou no primeiro confronto entre os clubes em 2018 por não estar regularizado, vai para o seu quarto desafio contra os botafoguenses, tendo sido derrotado em duas oportunidades e empatado em uma.

Em seu primeiro clássico na temporada, Marcelinho Paraíba deseja acabar com essa série de ainda não ter vencido o Belo e aposta na sua experiência para balançar as redes adversárias e conquistar os três pontos.

– Vai ser um jogo decisivo, como são os clássicos. Existe respeito de ambas as partes. A minha expectativa é de poder fazer uma excelente partida, marcando gol. Eu sei da confiança que o torcedor tem na minha pessoa e no grupo no geral. A torcida cobrou que não pude atuar no primeiro jogo e agora a confiança aumenta. Estou pronto para ajudar e sei da minha responsabilidade e experiência para decidir – declarou Marcelinho Paraíba.

Um fator que aumenta a expectativa do torcedor trezeano e do próprio Marcelinho Paraíba é o fato do meia ainda não ter vencido o Botafogo-PB no Clássico Tradição. Ao todo, o atleta atuou em três jogos no ano passado, com duas vitórias botafoguenses em Campina Grande – 1 a 0 na primeira fase e 3 a 2 no jogo de ida da final – e um empate em João Pessoa – 1 a 1 no duelo de volta da decisão do ano passado.

A confiança no camisa 10 parte também das arquibancadas. O torcedor do Galo, que ficou na bronca no primeiro jogo em João Pessoa pelo empate com sabor de derrota após o pênalti perdido por Reinaldo Alagoano nos últimos minutos, confia na habilidade e experiência de Marcelinho Paraíba. O jogador, inclusive, garante que vai buscar tirar o atraso e acredita que este vai ser um tempero a mais no Clássico Tradição de domingo.

– São jogos assim que eu gosto de entrar em campo. Um clássico decisivo. Não pude atuar no primeiro turno já que não estava inscrito ainda. Agora estou bastante feliz e motivado, à disposição de Oliveira Canindé para estrear nesse clássico, em 2018, e ajudar os meus companheiros – ressaltou Marcelinho.

O camisa 10 estreou pelo Treze na sexta rodada do Paraibano e vem sendo fundamental na estratégia do técnico Oliveira Canindé para manter a liderança isolada do Grupo B. No último confronto, Marcelinho Paraíba marcou o gol da vitória sobre o Nacional de Patos em jogo válido pela sétima rodada.

O duelo pela oitava rodada do estadual pode classificar o Treze para a segunda fase em caso de vitória. O Galo da Borborema pode chegar aos 17 pontos e não seria mais alcançado pelo Serrano-PB ou Atlético de Cajazeiras, segundo e terceiros colocados da chave, respectivamente, nem mesmo se os times vencerem os seus jogos.

O Clássico Tradição acontece neste domingo no Estádio Amigão, em Campina Grande, e completa a oitava rodada do Campeonato Paraibano. A partida está marcada para as 19h.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/pb/futebol/times/treze/noticia/quero-fazer-gol-diz-marcelinho-paraiba-que-nunca-venceu-o-classico-tradicao.ghtml

AÇÃO SOCIAL

VÍDEO: Igreja evangélica distribui alimentos e roupas para famílias carentes em bairro de Cajazeiras

CRIANÇADA NA PRAÇA

VÍDEO: Festa do Dia das Crianças com brindes, música e teatro atrai multidão na cidade de Monte Horebe

DIA DOS PROFESSORES

VÍDEO: Prefeito grava mensagem para os professores da ‘cidade educadora’: “Ensinar é transformar vidas”

MÊS ESPECIAL

VÍDEO: Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Cajazeiras encerra festa neste sábado com mensagem de paz