header top bar

section content

Após a 3ª derrota em 3 jogos no Nordestão, Alagoano admite: “Ficou complicado”

Atacante do Treze avalia que as chances de o time ainda se classificar para mata-mata da Copa do Nordeste são bem escassas. Nesta quinta-feira, a derrota foi para o Confiança, em Sergipe

Por Globo Esporte PB

23/02/2018 às 09h22

Reinaldo Alagoano perdeu excelente chance de balançar as redes, aos 30 minutos do primeiro tempo (Foto: Silas Batista / GloboEsporte.com)

Se o Treze perdesse para o Confiança na noite desta quinta-feira, pela terceira rodada da Copa do Nordeste, complicaria em muito a sua vida na competição regional. Perdeu. Encerrou os jogos de ida da primeira fase do Nordestão sem somar um ponto sequer e agora não pode pensar em nada menos que vencer as três próximas partidas para tentar se classificar para o mata-mata. Situação muito difícil. E o atacante Reinaldo Alagoano, que passou em branco no 2 a 1 para o time sergipano, no Batistão, admitiu que o momento do Galo é mesmo bem complicado.

Sem esconder o abatimento ao fim da partida em Aracaju, o camisa 9 do Treze lamentou mais essa derrota e depositou suas esperanças no que o próximo técnico do time – Flávio Araújo, já confirmado pela diretoria – vai fazer para tentar levar o Treze a reagir no Nordestão.

– Ficou complicado. Mas, vamos ver o que o professor novo vai fazer. Nosso grupo é bom, é forte. A gente vem com uma vontade muito grande, mas acaba tomando um baque logo – lamentou Alagoano.

O Galo já havia perdido para CRB e Santa Cruz nas duas primeiras rodadas da Copa do Nordeste. Precisava vencer o Confiança, sob o comando do técnico interino Kleber Romero, para se reerguer ainda nessa primeira metade da fase de grupos. Mas aí tomou um gol logo aos 2 minutos e outro aos 17. Ficou mais difícil reagir.

Só na segunda metade da primeira etapa foi que o time começou a dar trabalho ao Dragão sergipano. O próprio Reinaldo Alagoano perdeu uma chance incrível, aos 30 minutos, quando finalizou para o gol sem goleiro, mas mandou por cima. Depois, aos 45, Johnnattan marcou um golaço e diminuiu. Mas ficou por aí a reação trezeana no jogo. E o camisa 9 reclamou:

– Em todos os jogos, a gente toma o gol muito cedo. Correr atrás é mais difícil. A gente tem que entrar mais ligado nos jogos. Quando a gente toma gols assim, até a confiança voltar, fica difícil.

Com mais essa derrota, o Treze segue sem pontuar no Grupo A da Copa do Nordeste. O Santa Cruz lidera a chave, com 7 pontos, seguido por CRB, quem tem 6, e por Confiança, agora com 4. O próximo jogo do Alvinegro é novamente contra o Dragão, desta vez em Campina Grande, no dia 12 de março (uma segunda-feira).

Antes disso, porém, já sob o comando do técnico Flávio Araújo, encara o Sousa no domingo, pelo Campeonato Paraibano. No estadual, o time lidera o Grupo B e já está garantido no mata-mata; vai em busca apenas da confirmação da liderança para avançar direto para a semifinal.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/pb/futebol/times/treze/noticia/apos-a-3-derrota-em-3-jogos-no-nordestao-alagoano-admite-ficou-complicado.ghtml

DIRETO AO PONTO

Eleitos em Cajazeiras devem se comprometer com aeródromo, estrada de Boqueirão e hospital, diz colunista

OLHARES DA EXPERIÊNCIA

VÍDEO: No dia dos professores, educadoras de Cajazeiras falam sobre prazeres e desafios da profissão

'NOVA SOUSA'

EXCLUSIVO: Europeu explica por que escolheu Sousa para um dos maiores empreendimentos da região Nordeste

AÇÃO SOCIAL

VÍDEO: Igreja evangélica distribui alimentos e roupas para famílias carentes em bairro de Cajazeiras