header top bar

section content

Brasileira é suspensa do UFC por dois anos após flagra no doping

Até a sua estreia na maior organização de MMA do mundo, em julho passado, Lemos se manteve invicta

Por MSN

30/03/2018 às 07h56 • atualizado em 29/03/2018 às 12h07

Amanda Lemos foi campeã do Jungle Fight antes de ser contratada pelo UFC

Após ser nocauteada em sua estreia no UFC para Leslie Smith em julho passado, Amanda Lemos teve uma nova queda em sua carreira. A brasileira testou positivo em um exame antidoping fora do período de competição feito pela USADA (agência antidoping americana) e precisará ficar afastada do MMA até novembro de 2019.

A amostra coletada no dia 8 de novembro de 2017 apontou a presença de estanozolol – esteroide usado para melhora o desempenho – e, nesta quarta-feira (28), a agência anunciou que a lutadora recebeu a punição de dois anos – que conta a partir da data em que o teste foi realizado. Desde o início da parceria entre a USADA e o UFC, Lemos é a quarta atleta que falha em um exame antidoping devido ao uso dessa substância.

Até a sua estreia na maior organização de MMA do mundo, em julho passado, Lemos se manteve invicta como profissional, com seis vitórias – sendo cinco por nocaute e uma por finalização. Antes de ser contratada pelo UFC, a brasileira atuava pela organização Jungle Fight, onde ganhou o cinturão da categoria peso-galo (61 kg) em junho de 2016, depois de nocautear Mayra Cantuaria Rodrigues.

MSN

Fonte: MSN - https://www.msn.com/pt-br/esportes/lutas/brasileira-%C3%A9-suspensa-do-ufc-por-dois-anos-ap%C3%B3s-flagra-no-doping/ar-BBKPgvJ?li=AAggNbi

Tags:

Recomendado para você pelo google

ASSISTA À ENTREVISTA

EXCLUSIVO: Em Cajazeiras, Ciro Gomes fala sobre Lula, PT, Bolsonaro, Ricardo, João Azevêdo e eleições

VÍDEO

Empresário revela convite das oposições de Cajazeiras para disputar a prefeitura e derrotar Zé Aldemir

EVENTO CATÓLICO

VÍDEO: I Adora Cristo é sucesso em Cajazeiras, e coordenador da Missão Éfeso acredita em crescimento

SAÚDE BUCAL

VÍDEO: ortodontista sousense revela se é possível rejeição em casos de implantes dentários