header top bar

section content

CAIU O PRIMEIRO: José Renato está fora da Comissão de Arbitragem da Paraíba

Dirigente é investigado pela Operação Cartola e suspeito de participar de manipulação de resultados no Campeonato Paraibano.

Por Luzia de Sousa

20/04/2018 às 16h03 • atualizado em 20/04/2018 às 17h12

José Renato era presidente da Comissão de Arbitragem da Paraíba desde 2015 (Foto: Reprodução / TV Cabo Branco)

A Operação Cartola – que investiga um suposto esquema de corrupção no futebol paraibano – já tem o seu primeiro efeito prático. Na manhã desta sexta-feira, o diretor executivo da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Eduardo Araújo, confirmou que José Renato não é mais o presidente da Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol da Paraíba (Ceaf-PB). E agora dois novos nomes assumem a Ceaf-PB: o major Juceilton Soares e o coronel Marcos Sobreira. Ainda de acordo com o dirigente da FPF, a troca no comando da Comissão atende a um pedido do Auto Esporte, com a concordância da entidade maior do futebol paraibano.

VEJA MAIS!

Escândalo no futebol da PB é destaque no Fantástico da Globo; partida do Sousa é citada na reportagem

+ Operação do GAECO apura resultados manipulados no futebol da PB e cumpre mandados de JP a Cajazeiras

+ Vice declara que denúncias contra presidente da Federação Paraibana de Futebol são piores que Lava Jato

José Renato é apenas um dos vários investigados na operação encabeçada pela Polícia Civil e pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público. Ele é suspeito de, junto com alguns dirigentes de clubes, participar da manipulação de resultados em jogos do Campeonato Paraibano.

– O Auto Esporte requereu o afastamento dos árbitros e da comissão. A gente já estava procurando nomes para não tirar e ficar vazio. A portaria já foi assinada – explicou Eduardo Araújo.

Vale destacar que o próprio Auto Esporte vem sendo investigado na Operação Cartola. Na verdade, todos os clubes que disputaram a 1ª divisão da competição estadual neste ano são alvo das investigações. Lembrando que o Macaco Autino acabou sendo um dos rebaixados, ao lado da Desportiva Guarabira.

Voltando a José Renato, ele estava no cargo de presidente da Comissão de Arbitragem desde janeiro de 2015, quando o presidente da FPF, Amadeu Rodrigues, iniciou o seu mandato. Com a deflagração da Operação Cartola – que foi iniciada há seis meses, mas só se tornou pública há menos de duas semanas -, o dirigente se tornou um dos principais suspeitos de participar diretamente do esquema de manipulação de resultados no futebol paraibano.

O delegado Lucas Sá – da Delegacia de Defraudações e Falsificações -, inclusive, explicou que os sorteios de árbitros para as partidas do Campeonato Paraibano, sempre organizados por José Renato, eram, na verdade, um teatro. Segundo o delegado, os árbitros eram previamente escolhidos para beneficiar alguns clubes em específico.

– O que é sorteado ali está atendendo diretamente aos pedidos dos dirigentes – criticou o delegado.

O diretor executivo da FPF informou ainda que o ex-árbitro Severino Lemos – também investigado na operação policial e que atuava ao lado de José Renato na Comissão de Arbitragem – também foi afastado. Eduardo Araújo explicou o momento na mudança de comando da Ceaf-PB, em meio à crise pela qual passa o futebol paraibano.

– Quando fui contratado, Amadeu pediu para fazer uma reformulação na FPF. Como a Comissão de Arbitragem é órgão auxiliar e de cooperação, não faríamos mudanças nesse sentido, apenas no staff interno. Mas é necessária essa mudança, até porque agora não estamos com competição em aberto. Então é um momento salutar para mudança e adaptação da nova Comissão de Arbitragem – explicou Eduardo Araújo.

Nova Comissão de Arbitragem
Saem José Renato e Severino Lemos, entram o major Juceilton Soares de Oliveira e o coronel Marcos Alexandre Sobreira. O primeiro cuida da parte de Educação Física da Polícia Militar e o segundo é presidente da Caixa Beneficente da PM. Na primeira reunião dos novos integrantes com o presidente da FPF, Amadeu Rodrigues, ficou definido que o novo presidente da Ceaf-PB será o coronel Sobreira.

O major Juceilton tem curso de arbitragem em futebol. À parte isso, ambos têm formações profissionais voltadas para as áreas de Educação Física e de Segurança Pública.

– O coronel e o major são ligados ao esporte, profissionais de reputação ilibada, com currículo extenso e que irão, com certeza, desempenhar de maneira autônoma as funções da Ceaf – disse, confiante, Eduardo Araújo.

DIÁRIO ESPORTIVO com GE

Fonte: - https://globoesporte.globo.com/pb/futebol/campeonato-paraibano/noticia/caiu-o-primeiro-jose-renato-esta-fora-da-comissao-de-arbitragem-na-paraiba.ghtml

DIÁRIO ESPORTIVO

VÍDEO: Na TV, dirigentes do Atlético de Cajazeiras explicam contratações fechadas e outras que ‘melaram’

NOVAS CRÍTICAS

VÍDEO: Para líder católico de Cajazeiras, o Nordeste será “um recanto esquecido” por Bolsonaro

CLIMA DE EMOÇÃO

VÍDEO: Amigos e familiares destacam o legado de Dr. Toinho durante velório do advogado em Cajazeiras

ECONOMIA

VÍDEO: Com fila zerada, Bolsa Família injeta quase R$ 2 milhões por mês em Cajazeiras, diz coordenador