header top bar

string(16) "diario-esportivo"

section content

Sigilo das investigações sobre corrupção no futebol paraibano está bem perto do fim

Diligências sigilosas foram finalizadas pelos investigadores e encaminhadas para a 4ª vara criminal.

Por GE

23/04/2018 às 15h37 • atualizado em 23/04/2018 às 15h39

(Foto: Reprodução / TV Cabo Branco)

A operação que foi deflagrada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público para investigar os supostos atos de corrupção no futebol paraibano está próxima de ter os primeiros resultados concretos divulgados. Isso porque a Polícia Civil informou nesta segunda-feira que as diligências sigilosas foram finalizadas após seis meses de investigação e encaminhadas para a 4ª vara criminal, local de tramitação da operação. O próximo passo é a retirada do sigilo de parte desta investigação, que vinha sendo mantida sob sigilo. Segundo a Polícia Civil, a quebra desse sigilo deve ser realizada pela Justiça ainda nesta semana.

Com a posse do relatório com as conclusões dos investigadores, a 4ª vara criminal deve determinar a retirada do sigilo. A Polícia Civil e o Grupo de Atução Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público agora aguardam as decisões da Justiça. A divulgação das informações que antes poderiam atrapalhar as diligências pode elucidar dúvidas que cercam os paraibanos desde que a operação foi deflagrada, há exatas duas semanas.

A atividade de busca e apreensão no endereço de clubes, dirigentes e árbitros alarmou o país inteiro sobre as possíveis manipulações de resultados no futebol profissional. O caso ganhou ainda mais repercussão através de uma reportagem veiculada no Fantástico. A matéria pontuou três jogos nos quais teria havido manipulação de resultados. Desde então, o país inteiro aguarda os desdobramentos da investigação, já que, caso a participação de clubes na compra de resultados seja confirmada, os resultados podem vir a sofrer alterações e os clubes envolvidos podem sofrer retaliações.

A retirada do sigilo é aguardada também pelos nomes e entidades que estão envolvidos nas investigações. A Federação Paraibana de Futebol já havia protocolado o pedido pela retirada do sigilo dos autos para poder fundamentar sua defesa. A entidade acredita que poderá se defender das acusações assim que a peça tornar-se pública.

A Operação Cartola investiga a FPF, o Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB), a Comissão Estadual de Arbitragem do Futebol da Paraíba (Ceaf-PB), todos os clubes paraibanos que estiveram na primeira divisão do estadual de 2018 e seus respectivos dirigentes em uma suposta organização que manipula resultados no futebol profissional desde 2011.

GE

Fonte: https://globoesporte.globo.com/pb/noticia/sigilo-das-investigacoes-sobre-corrupcao-no-futebol-paraibano-esta-bem-perto-do-fim.ghtml

VÍTIMA DA DIABETES

VÍDEO: Ameaçada de perder o segundo pé, idosa de Cajazeiras pede ajuda para adquirir sandália especial

ASSISTA

VÍDEO: ‘Mensagem de Esperança’ debate o mundo e o mal, sexo e outros temas

PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores

PLANOS E METAS

VÍDEO: Cantor explica como pretende administrar o Atlético e declara que o problema do clube é político