header top bar

string(16) "diario-esportivo"

section content

Árbitro brasileiro convocado para a copa apoia uso da tecnologia: “O futebol precisa”

Goiano Wilton Pereira Sampaio é convocado para ser um dos 13 árbitros dedicados especialmente para a função de árbitro assistente de vídeo na Copa do Mundo da Rússia

Por GE

01/05/2018 às 08h28 • atualizado em 30/04/2018 às 19h31

Wilton Pereira Sampaio faz parte do quadro da Fifa desde 2013 (Foto: Wesley Santos / Agência Press Digital)

O Sampaio será um dos 13 árbitros na próxima Copa do Mundo exclusivos para o sistema de árbitro de vídeo (VAR, sigla em inglês para “Video Assistant Referee”). Mesmo sem poder contar com essa tecnologia no futebol brasileiro, ele se destacou nos seminários e treinamentos promovidos pela Fifa e foi selecionado para estar na Rússia em junho.

– O sentimento é de muita alegria. É um sonho realizado, poder trabalhar numa Copa do Mundo, a minha primeira na categoria profissional. Tentei ao máximo me preparar para estar entre os selecionados, nas partes teórica e prática. A meta agora é continuar melhorando até a viagem para a Rússia – comentou Wilton Sampaio, por telefone.

Ele retornou ao Brasil neste último domingo, depois de duas semanas de treinamentos com o sistema do VAR em Florença, na Itália. Foi a terceira viagem do tipo este ano, a sexta desde o início de 2017. Nesses períodos o árbitro brasileiro teve atividades com simuladores, sessões práticas com jogadores e análises de muitos vídeos, em parceria com os árbitros e assistentes convocados pela Fifa para atuar em campo no Mundial.

Brasil também contará com um trio de arbitragem na Copa, composto por Sandro Meira Ricci, Emerson de Carvalho e Marcelo Van Gasse. Eles poderão ser selecionados durante o torneio para atuarem como oficiais do VAR, assim como os outros 35 árbitros e 61 assistentes relacionados pela Fifa. Mas eles não são dedicados ao sistema como Wilton Sampaio.

– A expectativa é grande para a Copa. O VAR vem para dar segurança à arbitragem e ao futebol, para legitimar os resultados. O VAR poderá ser usado em situações dentro do protocolo estabelecido, situações claras. Vejo como um apoio necessário que o futebol precisa – afirmou.

Eleito o melhor árbitro do Campeonato Brasileiro de 2012, Wilton é juiz da Federação Goiana de futebol e faz parte do quadro da Fifa desde 2013. Já apitou jogos do Campeonato Brasileiro, da Copa Libertadores, do Mundial de Clubes, da Copa do Mundo Sub-20, da Copa América Centenário de 2016 e das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/futebol/copa-do-mundo/noticia/arbitro-do-var-na-copa-brasileiro-apoia-uso-da-tecnologia-o-futebol-precisa.ghtml

HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local

EX-ALIADO

VÍDEO: Vereador revela que defender professores foi a ‘bomba’ que iniciou rompimento com José Aldemir