header top bar

string(16) "diario-esportivo"

section content

Campinense bate o Flamengo-PE, vence mais uma fora de casa e é líder isolado do Grupo A8

Com gols do estreante Eduardo e de Thiago Potiguar, Raposa ganha e é um dos únicos 100% na competição; time teve a baixa de Danilo Bala que pode ficar de fora por até 60 dias

Por Globo Esporte PB

07/05/2018 às 10h14

A Raposa chegou a 9 pontos e é líder isolada do Grupo A8.

Em jogo fora de casa, o Campinense manteve o 100% de aproveitamento na Série D. Vencendo o Flamengo de Arcoverde por 2 a 1, em partida disputada no Estádio Áureo Bradley, em Arcoverde, Sertão pernambucano. A Raposa chegou a 9 pontos e é líder isolada do Grupo A8. O clube paraibano é um dos cinco clubes que ainda se mantém invicto na competição. Estão ao lado de Manaus, Moto Club, Tubarão-SC e São José-RS.

Já o Flamengo de Arcoverde, mesmo com a derrota se mantém no terceiro lugar, com 3 pontos conquistados. O time agora tem duas derrotas seguidas, e com sete gols sofridos nos últimos dois jogos.

Nos jogos de “returno” do grupo, os times se enfrentam já na próxima rodada. Portanto, o Campinense volta a campo contra o mesmo Flamengo de Arcoverde no próximo domingo, no Estádio Amigão. Caso vença o Flamengo de Arcoverde, a Raposa praticamente já sela a classificação para a próxima fase da competição.

PRIMEIRO TEMPO
O primeiro tempo foi completamente dominado pelo Campinense. Com ataques comandados por Alex Murici pela direita, e Danilo Bala pela esquerda, a Raposa foi só ataque e criou diversas chances de gol. Logo no começo do jogo, Danilo Bala com bom chute e Beto numa cabeçada quase abriram o placar em Pernambuco. Logo após, foi a vez do placar ser mexido pela primeira vez. Após pênalti marcado a favor da Raposa, o camisa 10 Thiago Potiguar, que substituiu Marcinho lesionado, abriu o placar. Do outro lado, o Flamengo de Arcoverde pouco criava e se sustentava em chutões para frente e defesa fechada. A primeira etapa terminou assim: Campinense criando e quase ampliando, e Flamengo fechado e só rifando a bola, sem criar nada.

SEGUNDO TEMPO
Já na segunda etapa o Campinense voltou demonstrando que ia manter o ritmo do primeiro tempo. Porém, nada feito. Logo aos 6 minutos, um dos principais articuladores ofensivos, Danilo Bala, saiu de campo machucado. A Raposa logo em seguida ampliou o placar, com gol do estreante Eduardo. O Flamengo começou a incomodar a meta do goleiro Jefferson, em chutes de longa distância com Bibi. A Raposa sentiu: sem Danilo Bala e jogadas com Alex Murici. E com cerca de 19 minutos, o Flamengo de Arcoverde descontou com Everton, em cobrança de pênalti. Após o primeiro tento do Tigre Rubro-Negro, o jogo ficou muito truncado, principalmente no meio-campo. Flamengo tentava mais jogadas no ataque – muitas sem sucesso, e o Campinense não conseguia mais articular boas jogadas. Aos 45, Aruá foi cruzar na área do Campinense e o efeito da bola quase enganou o arqueiro raposeiro. Depois disso, mais nada de jogo. Defesa afastando bola de lá e de cá. E ficou por isso mesmo. Campinense venceu por 2 a 1, no Estádio Áureo Bradley.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/pb/futebol/brasileirao-serie-d/jogo/06-05-2018/flamengo-de-arcoverde-campinense/

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Diversidade em Foco com professor de Português destaca as variações da nossa língua

HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local