header top bar

section content

Pesquisa aponta a torcida do Botafogo-PB como a maior do estado e a 8ª do Nordeste

Pesquisa põe Sport como clube do Nordeste mais popular, seguido pelo Bahia

Por Globo Esporte PB

10/05/2018 às 08h22

Torcida Sport é a maior do Nordeste quando se pergunta o primeiro time dos torcedores (Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press)

O Sport é o clube nordestino mais popular do país, seguido de perto pelo Bahia de acordo com a pesquisa nacional do Ibope Repucom. O resultado foi extraído da pesquisa publicada pela Revista Época e faz parte do estudo DNA Torcedor, ainda não divulgado ao público. O material foi obtido com exclusividade pelo jornalista Rodrigo Capelo com fontes do mercado. Com os dados da pesquisa, o Globoesporte.com fez um recorte apenas com os 11 clubes do Nordeste que aparecem no levantamento.

Dentre os times do Nordeste, o Sport é o que conta a maior torcida, com 1 milhão e 890 mil torcedores, seguido do Bahia com 1 milhão e 780 mil torcedores. Em números brutos, de acordo com a pesquisa, o rubro-negro pernambucano está em 11º no ranking nacional – à frente de Fluminense (1 milhão e 860 mil torcedores) e de Botafogo (1 milhão e 760 mil). O tricolor baiano seria o dono da 13ª maior torcida do Brasil. Porém, levando em conta a margem de erro, todos esses clubes estão empatados tecnicamente.

Os outros dois clubes que disputam a Série A do Brasileirão vêm em seguida na pesquisa: o Vitória é o terceiro na preferência popular da região, com 1 milhão e 220 mil torcedores e o Ceará vem em quarto, com 1 milhão e 120 mil torcedores. Em sequência estão Santa Cruz, Fortaleza, Náutico, Botafogo-PB, ABC e CRB.

SIMPATIZANTES

Dentro de cada torcida, o Ibope Repucom apresenta outros dados. O instituto mapeou quantas pessoas têm o time de futebol como primeira opção e também quantas o apontam como segunda opção, isto é, um clube pelo qual se tem simpatia.

Considerando os simpatizantes, a popularidade entre Sport e Bahia se inverte. O tricolor passa a liderar e obtém maior número de torcedores também na soma dos que o escolhem como primeira e segunda opções de clube do coração.

– O fato de parte da torcida identificar o time de futebol como segunda opção não é necessariamente negativo. A quantidade de gente que se enquadra como simpatizante representa um território a ser explorado pelos departamentos de marketing. Se os clubes tiverem bom desempenho esportivo, combinado a ações para aumentar o engajamento com o torcedor, é possível que essas pessoas que hoje definem tal time como segunda opção amanhã passem a escolhê-lo como primeira – diz Rodrigo Capelo, jornalista especializado em negócios do esporte.

Capelo ressalta que os nordestinos têm, conforme os dados de “simpatizantes”, um potencial de expansão que pode ser revertido em mais dinheiro para esses clubes .

– Dá para perceber grande potencial de expansão para nordestinos. O Internacional, embora tenha mais torcedores no total, tem apenas 600 mil que o identificam como segunda opção. O Bahia tem 1 milhão e 410 mil e o Sport, 820 mil. Vemos que esses clubes têm um teto mais alto do que os gaúchos. Se conseguirem desempenhos esportivos e administrativos que despertem orgulho, é possível que suas torcidas de “primeira opção” aumentem. O que importa é trazer o torcedor para perto para que ele assista às partidas, consuma produtos oficiais, vá ao estádio.

Maiores do Norte

Apenas dois clubes do Norte aparecem na pesquisa Ibope Repucom: Paysandu e Remo, rivais do Estado do Pará. O Papão lidera com 480 mil torcedores que o escolhem como primeira opção (480 mil como segunda). O Remo vem em seguida com 372 mil fãs como primeira opção (319 mil como segunda).

A pesquisa presencial foi produzida entre junho e agosto de 2017. Foram entrevistadas pessoas de 6.006 domicílios em todo o país, a considerar apenas maiores de 16 anos que demonstram interesse por futebol. Por isso que o ranking de torcidas não tem um percentual de gente que não torce por time nenhum. Também por isso o estudo não deve ser comparado com outros realizados por institutos similares, nos quais geralmente se inclui a parcela da população que não gosta de futebol. A pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais para baixo ou para cima.

Ainda há mais dados a serem detalhados. O estudo completo é composto por três grandes pesquisas: uma rodada de entrevistas presenciais, uma de entrevistas pela internet e um mapeamento de tudo o que foi dito em relação aos clubes nas redes sociais por dois anos. A soma das três pesquisas possibilitou ao Ibope Repucom traçar um perfil mais detalhado das torcidas, para que os times conheçam seus fãs e simpatizantes.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/sport-e-o-clube-mais-popular-do-nordeste-seguido-de-perto-pelo-bahia.ghtml

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Diversidade em Foco com professor de Português destaca as variações da nossa língua

HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local