header top bar

section content

Presos ameaçam greve de fome por TV na Copa, mas juíza nega pedido

Caso aconteceu em Puerto Madryn

Por Notícias ao Minuto

14/06/2018 às 11h07

© REUTERS/Mariana Bazo

Uma juíza argentina negou o pedido de presos de Puerto Madryn, na província de Chubut, na Patagônia, que solicitavam uma TV para que pudessem assistir à Copa do Mundo.

Os presidiários ameaçaram uma greve de fome, caso não fossem atendidos. Eles também usaram a Constituição para dar base à solicitação.

“Nós nos dirigimos com o maior respeito que a sua pessoa e posição merecem, a fim de trazer a nosso favor um mandado de habeas corpus segundo a Lei 23.098 e protegido pela Constituição. Nós viemos da melhor maneira pedir-lhe para arbitrar os meios para consertar o cabo da TV, uma vez que há três dias não funciona e é um direito indispensável para toda pessoa privada de liberdade, como afirma a Lei”, diz a carta dos detentos enviada à Justiça.

A Argentina estreia sábado no Mundial, contra a Islândia. No Grupo D estão também Croácia e Nigéria.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/esporte/607704/presos-ameacam-greve-de-fome-por-tv-na-copa-mas-juiza-nega-pedido

VÍDEO: Psicologia no Ar recebe diretores e psicóloga de organização que promove cidadania em Cajazeiras

NOVIDADES

Xeque-Mate visita lançamento do novo plano da Eletrosorte, que firmou parceria com gigante dos seguros

FUTEBOL DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Dirigentes e ex-jogadores relembram histórias marcantes do Duque de Caxias, que completou 50 anos

VÍDEO: Programa de rádio que é sucesso na região de Campina fecha parceria com emissora de Cajazeiras