header top bar

section content

Sylvinho é anunciado como membro permanente da comissão técnica da seleção brasileira

Ex-lateral-esquerdo do Barcelona e do Corinthians, que participou da comissão técnica brasileira durante a Copa da Rússia, vai continuar auxiliando o técnico Tite

Por Sportv

18/09/2018 às 07h58 • atualizado em 18/09/2018 às 08h02

Sylvinho e Tite em coletiva da seleção brasileira — Foto: Edgard Maciel de Sá

Tem novidade na seleção brasileira. O ex-lateral-esquerdo do Barcelona e do Corinthians, Sylvinho, agora é membro permanente da comissão técnica da equipe verde e amarela. O anúncio foi feito pelo coordenador de seleções da CBF, Edu Gaspar, durante o “Bem, Amigos” desta segunda-feira.

– O Sylvinho vai fazer parte agora da nossa comissão técnica efetivamente, dentro da nossa equipe de trabalho. Até então, era um profissional que vinha sendo convocado. Pelo tamanho que ele tomou, depois da experiência que ele teve como atleta, como auxiliar técnico, conviveu com grandes profissionais. Apresentar o trabalho que ele vem apresentando… Efetivamos ele como membro da comissão técnica brasileira – disse Edu Gaspar.

Sylvinho foi novidade entre os auxiliares de Tite para a Copa do Mundo da Rússia. Ele atuava como assistente fixo na comissão técnica da Inter de Milão e chegou a ser sondado para assumir o comando de alguns clubes, entre eles o Corinthians, antes de chegar à seleção brasileira.

Fonte: https://sportv.globo.com/site/programas/bem-amigos/noticia/sylvinho-e-anunciado-como-membro-permanente-da-comissao-tecnica-da-selecao-brasileira.ghtml

FASE DE 'ÓCIO'

VÍDEO: Aposentado, jornalista da PB cita ex-colegas da imprensa que ele admira e diz se pretende voltar

GOVERNADOR ELEITO

VÍDEO: Azevêdo diz que apesar de Sousa não eleger nenhum deputado, cidade terá representante no governo

AGRADECIMENTOS

VÍDEO: Em show após morte do pai, cantor cajazeirense emociona ao contar trajetória e apoio da família

SE POSICIONANDO

Líder católico de Cajazeiras grava vídeo fazendo apelo para não votarem em Bolsonaro “pelo amor de Deus”