header top bar

section content

Chape vira sobre Inter, deixa Z-4 e mantém São Paulo na liderança

Em jogo emocionante e com 3 pênaltis, time catarinense bateu gaúcho por 2 a 1, fugiu das últimas posições e manteve Tricolor na ponta do Brasileirão 2018

Por R7

18/09/2018 às 08h08 • atualizado em 18/09/2018 às 08h09

Chape e Inter fizeram um jogo bastante disputado e aberto na Arena Condá (SC) (Foto: Marcio Cunha / Estadão Conteúdo)

A Chapecoense venceu o Internacional de virada por 2 a 1 em um jogo muito intenso e emocionante nesta segunda-feira (17), na Arena Condá, em Chapecó, no encerramento da 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Leandro Pereira foi o grande herói do time alviverde com dois gols. O Internacional ainda perdeu um pênalti, cobrado por Leandro Damião, nos acréscimos do segundo tempo.

Por motivos opostos, ambas as equipes precisavam muito da vitória e lutaram bastante pelo resultado. O Inter buscava o triunfo para recuperar a liderança do campeonato, enquanto a Chape visava sair da zona de rebaixamento.

Com a vitória, a Chape chegou aos 28 pontos, subiu para a 16ª colocação e saiu da zona da degola. Já o Internacional permaneceu com 49 pontos e perdeu a chance de recuperar a ponta do Nacional. O São Paulo, com 50 pontos, se manteve na liderança do campeonato.

O jogo

Já no primeiro minuto, o uruguaio Nico López invadiu a área pela direita, cortou o zagueiro e bateu rasteiro. A bola passou perto da trave esquerda do goleiro Jandrei. Aos 2 minutos, o meia Doffo, da Chape, recebeu o primeiro cartão amarelo da partida por falta violenta.

Aos 6, Patrick derrubou o atacante da Chapecoense a um passo da área e também recebeu o cartão amarelo. Na cobrança de falta, Diego Torres tentou encobrir o goleiro Marcelo Lomba, mas a bola subiu demais e saiu pela linha de fundo.

O Internacional criou outra boa jogada ofensiva aos 15 minutos, quando Nico López chegou à linha de fundo. Ele cruzou para trás, dois defensores não conseguiram cortar e a bola sobrou para Patrick, que se atrapalhou e permitiu a chegada da zaga adversária.

Aos 24 minutos, Willian Pottker avançou pela esquerda, o zagueiro Rafael Thyere falhou e com Jandrei, que saía do gol, derrubou Pottker na área. O árbitro titubeou no primeiro instante, mas marcou a penalidade.

Na cobrança, Nico López deslocou o goleiro e fez o primeiro gol do jogo, recolocando o Internacional na liderança do Brasileirão naquele instante.

A Chape tentou reagir e quase chegou empatou a partida, aos 30 minutos, quando Doffo fez grande jogada pela esquerda, pedalou na frente da zaga colorada e chutou forte. A defesa do Inter conseguiu cortar.

Logo depois, Eduardo arriscou de longe e a bola tinha endereço certo. No entanto, o zagueiro Víctor Cuesta desviou de cabeça e cedeu novo escanteio para a equipe alviverde local.

Aos 32 minutos, o argentino Diego Torres fez uma bela cobrança de falta com a perna esquerda e acertou a trave superior de Marcelo Lomba, que estava totalmente batido no lance e apenas observou.

O jogo estava bastante intenso no primeiro tempo e as duas equipes criavam boas oportunidades de gol.

Aos 34, o Inter quase chegou ao segundo gol com uma cabeçada de Gabriel Dias que passou perto da meta de Jandrei. Em seguida, o mesmo Gabriel Dias fez falta dura em Elicarlos e foi advertido com o cartão amarelo.

Três minutos mais tarde, o centroavante Leandro Pereira aproveitou o bom cruzamento de Eduardo pela direita e cabeceou para o chão, sem dar chances de defesa para Marcelo Lomba: 1 a 1.

Os dois times mantiveram o ritmo forte até o apito final da primeira etapa. Aos 47, a Chape ainda teve uma chance de virar o placar em um ótimo cruzamento de Doffo pela esquerda, mas Moledo cortou a bola.

Segundo tempo

A intensidade que predominou na partida nos primeiros 45 minutos prevaleceu na volta do intervalo. As equipes voltaram do vestiário com a mesma gana pela vitória.

Porém, a primeira grande chance de gol foi perdida pelo Internacional, aos 10 minutos, quando o uruguaio Jonatan Álvez disparou sozinho do meio de campo em direção ao gol, mas chutou em cima de Jandrei, que saiu para fechar o ângulo do atacante colorado.

A Chape criou duas boas jogadas de ataque na sequência. A primeira em uma bola alçada na área que obrigou Lomba a sair do gol e a segunda com Leandro Pereira, mas o atacante cabeceou fraco e facilitou a defesa do goleiro.

Aos 19 minutos, Edenilson entrou na área e buscou o passe para o centroavante Leandro Damião, que havia entrado na segunda etapa. No entanto, o goleiro Jandrei foi mais esperto e interceptou a jogada.

Apesar da chance colorada, a Chape continuou pressionado e teve mais dois bons ataques em cobranças de escanteio. A defesa do Internacional tinha dificuldades para conter o ímpeto da equipe alviverde.

Aos 29 minutos, o uruguaio Nico López, um dos grandes nomes da partida, deixou o gramado com problemas musculares e D´Alessandro entrou.

A virada veio com Leandro Pereira, que girou e bateu rasteiro para o gol. A bola bateu no braço de Víctor Cuesta, que havia se jogado no gramado para bloquear o chute.

O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães deixou a jogada prosseguir, mas foi avisado — por rádio — pelo adicional Felipe Gomes da Silva sobre a falta dentro da área e marcou o pênalti.

O zagueiro Víctor Cuesta, que já havia levado o cartão amarelo, reclamou da marcação e foi expulso. A partida ficou paralisada até os 36 minutos, quando Leandro Pereira foi para a cobrança e virou a partida para a Chapecoense.

O Inter não desistiu do jogo e tentou o empate. Aos 44, D´Alessandro soltou uma bomba de fora da área, mas Jandrei fez uma excelente defesa e salvou a Chape de sofrer o gol.

Em seguida, Camilo tentou tocar para o gol, mas a bola explodiu na cabeça de um companheiro de time e saiu pela linha de fundo.

Aos 47, Leandro Damião cruzou da direita, Camilo chegou na corrida e tocou, mas a bola passou raspando a trave esquerda de Jandrei. O duelo seguiu emocionante até o último lance.

Mas, aos 48 minutos, D´Alessandro cruzou e o atacante foi empurrado pelo zagueiro na área: pênalti. O experiente Leandro Damião foi o escolhido para a cobrança, mas Jandrei defendeu.

No último lance do jogo, aos 51 minutos, Jandrei ainda salvou com os pés um desvio à queima-roupa de Damião. Em seguida, o árbitro apitou o fim de uma das partidas mais emocionantes do Brasileirão até aqui.

Próximos jogos

Na próxima rodada do Brasileiro (26ª), a Chapecoense receberá o Fluminense. O jogo está marcado para às 20 horas da segunda-feira que vem, na Arena Condá. Antes, no domingo, o Internacional visitará o Corinthians, às 16 horas, em Itaquera.

Fonte: https://esportes.r7.com/futebol/chape-vira-sobre-inter-deixa-z-4-e-mantem-sao-paulo-na-lideranca-17092018

ENTREVISTA ESPECIAL

DIA DO MÉDICO: Um dos médicos mais respeitados de Cajazeiras relata fatos marcantes do seu ‘sacerdócio’

RESULTADOS MARCANTES

VÍDEO: Na capital, jornalista cajazeirense avalia vitória de Azevêdo e derrota de Cássio: “Foi um marco”

ACONTECE EM NOVEMBRO

VÍDEO: Secretária da Prefeitura e gerente do Sebrae dão detalhes sobre a feira Expo Negócios Cajazeiras

EPISÓDIO 5

VÍDEO: Programa Coisas de Cajazeiras especial reverencia os mestres na arte de educar: os professores