header top bar

section content

Candidato a deputado federal, presidente do Flamengo pode sofrer impeachment do clube

Conselheiros do Flamengo pedem impeachment de Bandeira por usar o clube em campanha eleitoral

Por Notícias ao Minuto

23/09/2018 às 08h15 • atualizado em 23/09/2018 às 08h16

Eduardo Bandeira (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

O presidente Eduardo Bandeira de Mello vive um momento delicado no Flamengo. Como se não bastasse o turbilhão político por conta da eleição rubro-negra em dezembro, o fato de ser candidato a deputado federal gera acusações e até pedidos de impeachment nos conselhos do clube. Na última sexta-feira (22), o conselheiro Tulio Rodrigues formalizou mais uma solicitação de punição ao mandatário.

Segundo o relatório do associado, Bandeira fere sistematicamente alguns artigos do estatuto do Flamengo na campanha para deputado. O presidente tem utilizado o nome do clube em discursos, comícios e até na propaganda eleitoral gratuita.

Tal fato configuraria o uso da instituição para fins políticos, segundo o denunciante. A manobra poderia acarretar suspensão por 360 dias ou eliminação do quadro, de acordo com o estatuto do Flamengo.

Uma comissão de inquérito será nomeada pelo Conselho Deliberativo e terá o prazo de 60 dias para elaborar o parecer sobre a conduta do atual presidente. Com cerca de três meses de mandato pela frente, as chances de impeachment são remotas por conta do longo processo.

No entanto, o documento solicita urgência no caso e pede punição ao presidente. Caso o trâmite demore mais do que o esperado e ultrapasse o fim da gestão, Bandeira terá os seus direitos políticos avaliados pelo Conselho de Administração.

Esse é o segundo pedido de impeachment contra o presidente. O grupo político Flamengo da Gente já possui um em curso e cobra severas punições diante de todo o material coletado na campanha eleitoral. Ainda que esteja próximo do fim de ciclo na Gávea, Bandeira vive o seu momento mais difícil.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/esporte/655910/candidato-a-deputado-federal-presidente-do-fla-pode-sofrer-impeachment

ENTREVISTA

EXCLUSIVO: Ricardo agradece eleitores, critica ‘brigas’ por cargos e diz qual será seu futuro político

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Possível fusão de secretarias em Cajazeiras é repudiada por colunista: “Seria andar para trás”

EXIGIU SILÊNCIO

ASSISTA: Jornalista pede demissão ao vivo após ser censurado por Bolsonaro

VISITA TÉCNICA

Após reclamações, vereadores constatam muitos veículos quebrados na garagem da prefeitura de Cajazeiras