header top bar

section content

Vasco vence Campinense e afunda time paraibano

A liderança ainda não foi alcançada, mas está perto. Com atuação segura durante os 90 minutos, o Vasco bateu por 3 a 0 o Campinense, na tarde deste sábado, em São Januário, pela 16ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A tão aguardada estreia de Aloisio ocorreu, mas foi discreta. Ele entrou após o […]

Por

08/08/2009 às 12h16

A liderança ainda não foi alcançada, mas está perto. Com atuação segura durante os 90 minutos, o Vasco bateu por 3 a 0 o Campinense, na tarde deste sábado, em São Januário, pela 16ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A tão aguardada estreia de Aloisio ocorreu, mas foi discreta. Ele entrou após o intervalo, participou pouco, mas chegou a acertar uma bola na trave.

Com o resultado, o time carioca seguiu em segundo lugar, mas com a mesma pontuação do Atlético-GO [32], que segue no topo da tabela graças à vantagem no número de vitórias [10 a 9]. A equipe de Campina Grande, em contrapartida, briga no outro extremo da classificação. Com apenas nove pontos, o Rubro-Negro se manteve na lanterna da competição nacional.

Ambas as equipes voltam a campo na próxima terça-feira. Os cariocas encaram o América-RN, no Machadão, em Natal. Já o Campinense recebe o Paraná Clube, no Estádio Ernani Sátiro, em Campina Grande.

O Vasco começou o jogo a todo vapor e em busca do gol. Após um susto aos cinco minutos, o time carioca chegou a seu objetivo. Melhor postado, saiu na frente com gol de Carlos Aberto, que cobrou bem um pênalti cometido por Marcio Paraíba em Elton.

Mesmo com a vantagem, o time da casa não diminuiu o ritmo. Enrico quase ampliou aos 14 e o volume de jogo cruzmaltino evitava que o Campinense se encontrasse em campo. Aos 16, uma estranha fumaça invadiu o gramado. A partida foi paralisada por cinco minutos e chegou-se a cogitar uma breve descida aos vestiários. Mas tudo foi resolvido.

Coincidência ou não, após a paralisação o jogo caiu um pouco de ritmo, mas o Cruzmaltino seguiu melhor. Elton criou duas boas oportunidades, mas foi parado belo goleiro Fabiano. O Campinense tentou encaixar alguns poucos contra-ataques, sem sucesso.

Na volta do intervalo, para delírio da torcida, o técnico Dorival Júnior sacou o vaiado Adriano e promoveu a estreia de Aloisio. Logo aos cinco minutos da etapa complementar, gol. Carlos Alberto trombou com os zagueiros rubro-negros e rolou para Elton, livre, anotar o segundo do Cruzmaltino.

Com a vantagem maior, o Vasco apresentou um relaxamento, de certa forma, natural. Mesmo assim, seguiu com o domínio total da partida. Aos 24, Gian cobrou falta, o goleiro Fabiano deu uma ajudinha e a torcida explodiu com 3 a 0 no marcador.

VASCO 3 x 0 CAMPINENSE

Vasco
Fernando Prass; Vilson, Amaral e Gian; Alex Teixeira (Mateus), Souza, Enrico, Carlos Alberto e Ramon; Elton (Phellippe Coutinho) e Adriano (Aloisio).
Técnico: Dorival Júnior

Campinense
Fabiano; Fábio, Márcio Bahia, Marcio Paraíba (Nino) e Buick (Almir); Charles Vágner, Anderrson Oliveira, Giuliano }(Edmundo) e Fernandez; Washington e Henrique
Técnico: Freitas Nascimento

Data: 08/08/2009 (sábado)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Renato Cardoso da Conceição (MG)
Auxiliares: Helbert Costa Andrade (MG) e Janette Mara Arcanjo (MG)
Cartões amarelos: Henrique, Marcio Paraíba, Charles Vagner, Márcio Bahia, Almir e Fábio (CAM); Adriano (VAS)
Gols: Carlos Alberto, aos 12 minutos do primeiro tempo; Elton, aos 5 e Gian, aos 24 minutos do segundo tempo 

Fonte: Portal Correio

Tags:

Recomendado para você pelo google

SERVOS DE DEUS

VÍDEO: Programa Mensagem de Esperança reflete sobre a filiação divina e o exercício da mediunidade

SUCESSO

VÍDEO: Programa Acústico Diário recebe o cantor cajazeirense Fabinho Mendes com os sucessos do momento

VÍDEO

Corpo jovem desaparecida é encontrado em avançado estado de decomposição; amiga fala da relação com o ex

AO VIVO

ESPECIAL: Sessão da Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba em Cajazeiras – 156 anos