header top bar

section content

VÍDEO: Morre aos 90 anos, ícone do cinema e 1º James Bond do filme 007, Sean Connery

Ao site da BBC, o filho, Jason Connery, disse que o ator não estava bem "há algum tempo". Connery deixou a esposa, a atriz Micheline Roquebrune, o filho, Jason, e o neto, Dashiell.

Por Redação Diário

31/10/2020 às 11h51 • atualizado em 31/10/2020 às 11h52

O ator escocês Sean Connery, ícone do cinema e primeiro a interpretar no cieman do espião James Bond, morreu aos 90 anos, neste sábado (31). De acordo com a família, ele morreu durante a madrugada, enquanto dormia, nas Bahamas.

Ao site da BBC, o filho, Jason Connery, disse que o ator não estava bem “há algum tempo”. Connery deixou a esposa, a atriz Micheline Roquebrune, o filho, Jason, e o neto, Dashiell.

Com 94 papéis ao longo de mais de 50 anos de carreira, atuou em sete filmes do “007” nas décadas de 1960, 1970 e 1980 e foi apontado em inúmeras enquetes como o melhor James Bond do cinema.

Como o detetive, ele estrelou “O satânico Dr. No” (1962), “Moscou contra 007” (1963), “007 contra Goldfinger” (1964), “007 Contra a chantagem atômica” (1965), “Com 007 só se vive duas vezes (1967), “007 – Os diamantes são eternos” (1971) e “007 – Nunca mais outra vez” (1983).

Connery também atuou no drama “Os intocáveis”, de Brian de Palma, pelo qual venceu o Oscar em 1988 na categoria de melhor ator coadjuvante.

Morre aos 90 anos, ícone do cinema e 1º James Bond do filme 007

PORTAL DIÁRIO com G1 e vódeo da Band

OPINIÃO

VÍDEO: Jornalista fala sobre a vacina do Coronavac e destaca a importância do Instituto Butantan

CUIDADO

VÍDEO: Durante novenário, em Ipaumirim, Padre pede que fiéis fiquem atentos a pandemia do coronavírus

NOVA ONDA

VÍDEO: Senador Ney Suassuna acredita que deve haver lockdown com segunda onda de Covid-19 no Brasil

INADMISSÍVEL

VÍDEO: Nilvan Ferreira diz que foi vítima de racismo e chamado de ‘macaco’ na eleição em João Pessoa

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!