header top bar

section content

Radialista Piranhense, apresenta “Programa Justiça Cidad㔠na Rádio Tabajara

A radialista piranhense Rose Gonçalves (foto), que é repórter das Rádios Tabajaras FM 105,5 e AM, há dois anos, agora tem mais uma missão a cumprir. A partir deste sábado (05), ela irá conduzir juntamente com o radialista Odonildo Dantas, o programa “Justiça Cidadã”, do Tribunal de Justiça da Paraíba, tendo a frente o desembargador […]

Por

04/07/2008 às 18h18

/A radialista piranhense Rose Gonçalves (foto), que é repórter das Rádios Tabajaras FM 105,5 e AM, há dois anos, agora tem mais uma missão a cumprir. A partir deste sábado (05), ela irá conduzir juntamente com o radialista Odonildo Dantas, o programa “Justiça Cidadã”, do Tribunal de Justiça da Paraíba, tendo a frente o desembargador Antônio de Pádua.

O programa abordará notícias do judiciário da Paraíba e será transmitido todos os sábados, das 11 às 12 horas, pela Rádio Tabajara, via satélite para todo o Estado. Uma parceria do TJ-PB, que tem como presidente o desembargador Antônio de Pádua, com a Rádio tabajara.

Rose começou sua carreira na Rádio Jatobá FM, de São José de Piranhas, e em sua trajetória do ofício já passou pelas rádios 94 Fm, Cidade Fm e Oeste da Paraíba, de Cajazeiras. Até dois meses atrás ela apresentava um programa todas as tardes na emissora da Capital, quando foi designada para fazer reportagens do governo do estado (inaugurações, eventos, etc) e agora, também, o “Justiça Cidadã”. Rose reside na Capital do Estado há cinco anos.

Dida Gonçalves
Da redação com Radar Sertanejo.

Tags:

Recomendado para você pelo google

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ciro diz que Ricardo ‘prejudicou-se na sucessão’, mas elogia Azevêdo: “Seria uma honra no PDT”

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras diz que “pobreza se avoluma cada vez mais nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”

PROJETO DE LEI

VÍDEO: Comentarista diz que críticas ao leilão de imóveis da Prefeitura de Cajazeiras é ‘politicagem’