header top bar

section content

Na Paraíba, 80% dos deputados e senadores eleitos são de famílias políticas

Das 50 vagas no poder legislativo, 40 foram ocupadas por pessoas com parentes que já tiveram cargos eletivos.

Por Portal Diário com G1PB

15/10/2018 às 14h32 • atualizado em 15/10/2018 às 14h33

Senadores eleitos pela Paraíba: Veneziano (PSB) e Daniella Ribeiro (PP) (Foto: TV Cabo Branco/Reprodução)

Paraibanos com laços familiares na política ocuparam 80% das cadeiras – 40 do total de 50 – na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Câmara Federal e Senado, nas Eleições 2018. Apesar da renovação de 50% da bancada na bancada federal e dos 15 novos deputados estaduais eleitos, a mudança na configuração do legislativo se deve mais a uma “dança das cadeiras” do que à eleição de sobrenomes desconhecidos na política. Para as duas vagas no Senado Federal, por exemplo, dois herdeiros políticos foram eleitos – Vital do Rêgo e Ribeiro.

Na disputa entre os “clãs” tradicionais, as principais mudanças ocorreram entre os Cunha Lima, que tinham três cargos (senador, deputado federal e deputado estadual), mas ficaram apenas com um (Pedro Cunha Lima, reeleito para federal), e os Maranhão, que antes tinham dois cargos (senador e deputado federal) e apenas mantiveram a vaga no senado de Zé Maranhão, eleito em 2014. Veja abaixo quem são as famílias eleitas na Paraíba em 2018.

Senado: duas vagas, duas famílias
Os dois candidatos eleitos pela Paraíba para ocupar as duas cadeiras que estavam em disputa no Senado, Veneziano e Daniella, são ligados a famílias políticas com larga história no estado. Vital do Rêgo e Ribeiro, dois grupos sanguíneos políticos venceram a disputa para o Senado, deixando de lado outros concorrentes que também pertenciam a famílias políticas, como Cássio Cunha Lima (filho do ex-governador Ronaldo Cunha Lima e pai do deputado federal Pedro Cunha Lima) e Roberto Paulino (filho do ex-prefeito de Cuitegi, Antônio Paulino Filho, pai do deputado estadual Raniery Paulino e marido da ex-prefeita de Guarabira, Fátima Paulino).

Veneziano (PSB): Deputado federal, Veneziano Vital do Rêgo Segundo Neto foi eleito senador pelo PSB no último domingo (7). Neto do ex-governador Pedro Gondim, filho do ex-deputado federal Vital do Rêgo e irmão do ex-deputado, ex-senador e atual ministro do TCU, Vital do Rêgo Filho.

Daniella Ribeiro (PP): Ex-vereadora e atualmente deputada estadual, Daniella Ribeiro é filha do ex-prefeito e atual vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro, irmã do deputado federal reeleito Aguinaldo Ribeiro (PP), e mãe do vereador de Campina Grande Lucas Ribeiro.

Câmara Federal: 12 vagas, apenas dois ‘sem sobrenome’
A bancada federal da Paraíba na Câmara está formada por 10 deputados que representam, em algum grau, alguma família política. Em termos percentuais, 83% dos deputados federais paraibanos eleitos são provenientes ou líderes de algum clã político do estado. Apenas dois, Frei Anastácio (PT) e Julian Lemos (PSL), vão representar os paraibanos no Congresso sem terem ligação com nenhum parente que exerceu cargo político eletivo.

Gervásio Maia (PSB): O deputado federal mais votado nas eleições 2018 na Paraíba é herdeiro político e sanguíneo do pai, Gervásio Maia, que foi deputado estadual e secretário de finanças de João Pessoa até o falecimento em 2007, e neto de João Agripino Maia, governador da Paraíba entre 1966 e 1971.

Aguinaldo Ribeiro (PP): Deputado federal reeleito, Aguinaldo Ribeiro é filho de Enivaldo Ribeiro, que foi prefeito de Campina Grande, deputado estadual e deputado federal e atualmente é vice-prefeito de Campina Grande na gestão de Romero Rodrigues (PSDB). É irmão de Daniella Ribeiro, deputada estadual e que no domingo (7) foi eleita senadora pela Paraíba.

Wellington Roberto (PR): Mais um deputado federal reeleito, Wellington é o líder de mais uma família de políticos. Pai de Bruno Roberto, que foi candidato a vice-governador na chapa com o senador José Maranhão (MDB), e pai também de Caio Roberto, deputado estadual reeleito no domingo (7). É deputado federal desde 2011.

Dr. Damião (PDT): Deputado federal reeleito, Damião Feliciano é marido da vice-governadora da Paraíba, Lígia Feliciano, que também foi reeleita no domingo na chapa com João Azevêdo. Está no cargo desde 2011.

Hugo (PRB): Mais um deputado federal reeleito no domingo. Hugo Motta é filho de Nabor Wanderley, ex-prefeito da cidade de Patos, no Sertão. Neto de Edivaldo Fernandes Motta, deputado federal pela Paraíba, e de Francisca Motta, deputada estadual e prefeita afastada de Patos.

Wilson Santiago (PTB): Assumiu o legado político do filho, Wilson Filho (PTB), que abriu mão da reeleição e foi eleito deputado estadual no domingo (7).

Pedro Cunha Lima (PSDB): Deputado federal reeleito no domingo, Pedro é filho do atual senador e ex-governador, Cássio Cunha Lima, e neto do igualmente ex-senador e ex-governador Ronaldo Cunha Lima. Pedro Cunha Lima é primo de Bruno Cunha Lima, candidato a deputado federal que não foi eleito e de Arthur Cunha Lima, candidato a deputado estadual que também não conseguiu se eleger.

Efraim Filho (DEM): Mais um que conseguiu se reeleger para o Congresso Federal. É filho de Efraim Morais, ex-deputado federal, ex-senador e ex-secretário de infraestrutura da Paraíba entre 2011 e 2014.

Edna Henrique (PSDB): Eleita pela primeira vez deputada federal, foi prefeita da cidade de Monteiro por duas vezes e, é esposa do deputado estadual reeleito João Henrique (PSDB).

Ruy Carneiro (PSDB): Neto do ex-senador Rui Carneiro, foi vereador de João Pessoa por duas vezes, deputado estadual por três vezes, e deputado federal uma vez. Tinha sido candidato a vice-governador em 2014 e, agora, volta à Câmara Federal.

Assembleia Legislativa da Paraíba: 36 vagas, 28 ocupadas por parentes
Dos 36 deputados estaduais eleitos, apenas oito não têm familiares tradicionais que já ocuparam cargos eletivos na política paraibana: Cida Ramos (PSB), a candidata mais votada para deputada estadual, Cabo Gilberto Silva (PL), Dr Erico (PPS), Eduardo Carneiro (PRTB), Estela Bezerra (PSB), Junior Araujo (AVANTE), Inácio Falcão (PCdoB) e Wallber Virgolino (PATRI).

Adriano Galdino (PSB): É o chefe do clã Galdino, de Pocinhos, no Agreste paraibano. Foi prefeito do município por três mandatos. O sobrinho Arthur Galdino também foi prefeito da mesma cidade.

Anderson Monteiro (PSC): Filho de Arnaldo Monteiro, deputado estadual que estava no terceiro mandato na Assembleia Legislativa, e da ex-deputada Lucinha Monteiro. Anderson também já foi prefeito de Esperança.

Bosco Carneiro (PPS): Deputado estadual reeleito, João Bosco Carneiro Júnior foi prefeito por duas vezes de Alagoa Grande. É filho do também ex-prefeito de Alagoa Grande e ex-deputado estadual João Bosco Carneiro.

Branco Mendes (PODE): O pai, Agenor Mendes Pedrosa, foi vice-prefeito da cidade de Aguiar, e o irmão, Chico de Agenor, foi vereador e prefeito do mesmo município. O sobrinho Renato Mendes é prefeito de Alhandra. É deputado estadual desde 2007.

Buba Germano (PSB): deputado reeleito, ex-prefeito de Picuí e casado com a ex-deputada estadual Gilma Germano.

Caio Roberto (PR): filho do ex-senador e atual deputado federal Wellington Roberto e irmão do candidato a vice-governador Bruno Roberto (PR). Segue no cargo desde 2011, quando se candidatou pela primeira vez e foi eleito.

Camila Toscano (PSDB): Filha do ex-deputado estadual (por cinco mandatos) e atual prefeito reeleito de Guarabira, Zenóbio Toscano, e da ex-deputada e ex-prefeita Léa Toscano. Foi candidata pela primeira vez (e eleita deputada estadual) em 2014.

Chió (REDE): Melchior Batista da Silva foi prefeito de Remígio por duas vezes, é irmão de ex-secretário estadual de Agricultura e ex-vereador de Remígio, Marenilson Batista.
Doda de Tião (PTB): Filho do ex-prefeito de Queimadas, Tião do Rêgo, e irmão do ex-vereador e atual prefeito do mesmo município, Carlinhos de Tião.

Drª Paula (PP): Paula Francinete Lacerda Cavalcanti de Almeida nunca teve cargo eletivo, mas esteve à frente da secretaria de Saúde do município de Cajazeiras na gestão do marido dela, José Aldemir Meireles (PP). Atual prefeito, ele já foi deputado federal por um mandato e deputado estadual da Paraíba por três vezes. Em 2008, Paula já concorreu como vice-prefeita de Cajazeiras.

Dr Taciano Diniz (AVANTE): Taciano Luis Barbosa Diniz nunca teve cargo eletivo, mas faz parte de uma família de ex-vereadores e ex-prefeitos de sua cidade natal, Curral Velho. Em 2016, concorreu ao cargo de prefeito da cidade, pelo PR, mas não foi eleito.

Edmilson Soares (PODE): Pai do vereador de João Pessoa, Tanilson Soares.

Felipe Leitão (PATRI): Já foi vereador de João Pessoa duas vezes, é filho do ex-deputado estadual Mikika Leitão e sobrinho do ex-deputado federal Inaldo Leitão.

Galego de Souza (PP): tio do ex-prefeito de São Bento, Gemilton Souza.

Genival Matias (AVANTE): Reeleito, é irmão do prefeito de Juazeirinho, Bevilacqua Matias Maracajá, e pai da vice-prefeita Anna Virgínia de Brito Matias.

Hervazio Bezerra (PSB): Pai de Leo Bezerra, vereador de João Pessoa.

João Gonçalves (PODE): Reeleito, é irmão da ex-prefeita de São José dos Ramos, Maria Aparecida Rodrigues de Amorim.

João Henrique (PSDB): marido da ex-prefeita de Monteiro e deputada federal reeleita Edna Henrique.

Jeová Campos (PSB): Reeleito, é primo de Chico Mendes, prefeito de São José de Piranhas.

Manoel Ludgério (PSD): É casado com a vereadora de Campina Grande, Ivonete Almeida Ludgério, e pai da ex-prefeita de Barra de Santana, Anna Ludgério.

Moacir Rodrigues (PSL): Moacir Barbosa da Veiga Filho nunca teve cargo eletivo, mas é irmão do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB). Já foi secretário executivo da Interiorização da Ação do governo da Paraíba e presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa). Em 2008 foi candidato a vereador de Campina Grande e renunciou à candidatura.

Nabor (PRB): Nabor Wanderley da Nóbrega Filho é filho de ex-prefeito de Patos, Nabor Wanderley e pai do deputado federal Hugo Motta.

Pollyana Dutra (PSB): Ex-prefeita de Pombal, foi casada com o ex-prefeito falecido Jairo Feitosa. Atualmente, é casada com o prefeito de Brejo do Cruz, Francisco Dutra Sobrinho (Barão).

Raniery Paulino (MDB): No cargo desde 2007, é filho do ex-governador da Paraíba, Roberto Paulino, e da prefeita de Guarabira, Fátima de Aquino Paulino. É neto do ex-prefeito de Cuitegi, Antônio Paulino Filho.

Ricardo Barbosa (PSB): Reeleito, é filho de Maria Barbosa, a primeira vereadora eleita na cidade de Campina Grande.

Tião Gomes (AVANTE): Irmão de Paulo Gomes, ex-prefeito de Areia por dois mandatos.

Tovar (PSDB): Reeleito, Tovar Correia Lima é genro do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Fernando Catão, ex-suplente de senador. A esposa de Tovar é prima do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, e do senador Cássio Cunha Lima.

Wilson Filho (PTB): abriu mão de disputar a reeleição para deputado federal e deu lugar ao pai, Wilson Santiago (PTB), que também foi eleito.

Fonte: https://g1.globo.com/pb/paraiba/eleicoes/2018/noticia/2018/10/10/na-paraiba-80-dos-deputados-e-senadores-eleitos-sao-de-familias-politicas.ghtml

ASSISTA

VÍDEO: ‘Mensagem de Esperança’ debate o mundo e o mal, sexo e outros temas

PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores

PLANOS E METAS

VÍDEO: Cantor explica como pretende administrar o Atlético e declara que o problema do clube é político

CAMPEONATO PARAIBANO 2019

VÍDEO: Após vistoria técnica, representantes da CBF elogiam o estádio Perpetão: “É um dos melhores”