header top bar

section content

Governo do Estado e IBGE divulgam PIB da Paraíba nesta sexta-feira

O estudo sobre o comportamento da economia paraibana é referente ao ano de 2012 e será apresentado pelo superintendente do Ideme, Mauro Nunes.

Por

13/11/2014 às 15h11

Governo do Estado e IBGE divulgam PIB

Um dos principais indicadores de potencial econômico do Estado da Paraíba, o Produto Interno Bruto (PIB), será divulgado pelo Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme) e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta sexta-feira (14), às 9h30, durante coletiva à imprensa no auditório da PBPrev, em João Pessoa.

O estudo sobre o comportamento da economia paraibana é referente ao ano de 2012 e será apresentado pelo superintendente do Ideme, Mauro Nunes. “Na oportunidade, estaremos revelando o valor (soma) de toda a riqueza (bens, produtos e serviços) produzida pelos paraibanos nas áreas de agropecuária, indústria e serviços”, explicou Mauro Nunes, que fará uma explanação global sobre o desempenho econômico, tanto no contexto estadual quanto no nacional.

O PIB é caracterizado pelo total de valores contabilizados a partir dos bens e serviços produzidos por regiões, seja cidade, estado ou país. O estudo pode ser anual, mensal ou trimestral. É um indicador bastante difundido e aplicado nas análises sócio-econômicas com o fim de mensurar o nível de desenvolvimento e economia de determinadas localidades. Nesse índice, os bens de consumo não são incluídos na margem de contagem.

Assessoria

Tags:

Recomendado para você pelo google

QUE VENHA MAIS!

VÍDEO! Sousa registrou maior chuva da Paraíba em 2019 e açude São Gonçalo aumenta 61 centímetros

SONHO REALIZADO

VÍDEO/FOTOS: Prefeitura de Cajazeiras realiza sorteio de 300 apartamentos e evento é marcado pela emoção

MUITA ÁGUA!

A MAIOR DA HISTÓRIA: ruas e avenidas em Sousa viram rios após fortes chuvas durante a madrugada. Veja!

SERTÃO EM DESTAQUE

VÍDEO: Com cajazeirense na vice-presidência, Paulo Maia toma posse para comandar OAB Paraíba até 2021