header top bar

section content

Deputado Wilson Filho conquista quase R$ 10 milhões para construção de escolas

A educação faz com que tudo se torne possível. Teremos mais crianças e mais jovens estudando em escolas e creches novas

Por

03/07/2014 às 15h56

Wilson Filho consegue verba para escolas

O deputado federal pela Paraíba Wilson Filho (PTB), conquistou a liberação de quase R$ 10 milhões em investimentos para a construção de escolas em creches em oito cidades do interior do Estado.

Os recursos foram conseguidos após reunião com o presidente do Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação, Romeu Caputo. Para o deputado, esta é uma das maiores conquistas que se pode alcançar para a Paraíba.

“São investimentos que farão com que a educação no estado melhore. A educação faz com que tudo se torne possível. Teremos mais crianças e mais jovens estudando em escolas e creches novas, fazendo com que a Paraíba possa sonhar com um futuro melhor”, disse o deputado.

As cidades beneficiadas pela liberação dos recursos foram Cajazeiras, que receberá quatro novas escolas, Poço Dantas e Joca Claudino que ganharão duas novas escolas cada, Bernardino Batista, Taperoá e Paulista, que terão uma nova escola cada, além de Diamante e Malta, que receberão uma creche cada uma.

“Este recurso, somado a outras conquistas alcançadas junto ao ministro Aloísio Mercadante e, agora, junto ao ministro José Henrique Paim, mostra nosso comprometimento com a causa da educação, que tem potencial para mudar a história da Paraíba”, concluiu o deputado.

Assessoria

Tags:

Recomendado para você pelo google

SESSÃO NA CÂMARA

VÍDEO: Em Cajazeiras, coordenador de Diversidade Religiosa na PB fala sobre diálogo e busca por respeito

ASSASSSINATO

VÍDEO! Delegado fala sobre o crime de homicídio que vitimou professor de karatê em Sousa

SEM POLÍTICAS PÚBLICAS

VÍDEO – Líder lamenta ‘desprezo’ dos governos e ‘extinção’ da cultura dos ciganos na cidade de Sousa

VÍDEO

SERTÃO: Empresário sugere vaquinha para “salvar” feira de negócios após prefeitura negar apoio