header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Vital defende simplificação nas regras de preços do Programa de Aquisição de Alimentos

O gestor poderá optar entre utilizar os preços divulgados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) ou calcular o valor com base na nova metodologia.

Por

25/07/2013 às 14h20

Em favor de iniciativas direcionadas ao auxílio aos homens do campo, o senador Vital do Rêgo (PMDB), considerou positivas as alterações solicitadas em grande parte pelo Congresso no Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA), do governo federal, que estabeleceu novas normas na modalidade Compra com Doação Simultânea, como também a criação de regras mais simples para o acesso dos agricultores familiares no programa.

Segundo Vital, com a Resolução 59/2013, publicada neste mês, o grupo gestor do programa simplificou a metodologia para definir os preços de referência na compra dos produtos da agricultura familiar.

O cálculo agora tem por base a média obtida em três pesquisas de preços praticados no mercado atacadista local ou regional e apurados nos últimos 12 meses. A medida permite que o preço praticado pelo PAA para a compra dos alimentos esteja ainda mais de acordo com a realidade do mercado local, tornando a operação do programa mais simples e justa para os agricultores.

Os preços de referência terão a validade de um ano, o que permitirá a atualização periódica. O gestor poderá optar entre utilizar os preços divulgados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) ou calcular o valor com base na nova metodologia.

“Além de acompanhar a flutuação de preços do mercado local, o PAA também tem regras mais simples para o acesso dos agricultores familiares. A partir deste ano, ele será feito por meio de Termo de Adesão, instrumento que dispensa a celebração de convênio. O novo modelo também permite o pagamento dos produtos diretamente ao agricultor familiar, com a utilização de cartão bancário. O PAA vai se transformando cada vez mais em um instrumento de abastecimento das redes de assistência social, bem como dos equipamentos de alimentação e nutrição, oferecendo alimentos saudáveis, ao mesmo tempo em que beneficia os agricultores familiares do município”, afirmou Vital.

Para quem recebe os alimentos doados pelo programa, a resolução reforça ainda a determinação de que, antes da definição dos alimentos adquiridos dos produtores, sejam estudadas as demandas das entidades socioassistenciais. No caso de escolas, as doações deverão ser aprovadas pelo responsável técnico do Programa de Alimentação Escolar do município ou do estado.

Assessoria

Tags:
HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local

EX-ALIADO

VÍDEO: Vereador revela que defender professores foi a ‘bomba’ que iniciou rompimento com José Aldemir