header top bar

section content

Irmãos são presos por participação na chacina no Sertão do Ceará

Os homens são apontados como suspeitos de indicarem o local onde as vítimas estavam, além de fornecerem alimentação, abrigo e internet para os demais envolvidos

Por CEARÁ 1 com Assessoria PCCE

01/12/2020 às 10h39

A chacina aconteceu na zona rural de Ibaretama, no Sertão do Ceará (Foto: Leabem Monteiro/SVM)

Dois irmãos foram presos em flagrante sob suspeita de participação nas sete mortes ocorridas na cidade de Ibaretama, no Sertão do Ceará. Os homens foram localizados na zona rural do município e são investigados por terem prestado apoio aos criminosos autores dos homicídios. A ação foi realizada pela Delegacia Regional de Quixadá, pelo Departamento de Inteligência Policial (DIP) e pelo Departamento de Polícia Judiciária do Interior Sul (DPJI-Sul) da Polícia Civil do Estado do Ceará.

As prisões ocorreram na tarde da última sexta-feira (27). Os dois homens que foram detidos, tem 20 e 26 anos respectivamente, e ambos tem passagem pela polícia por uso de entorpecentes. Eles são apontados como suspeitos de indicarem o local onde as vítimas estavam, além de fornecerem alimentação, abrigo e internet para os demais envolvidos. A casa utilizada como base para o grupo foi encontrada pelos policiais civis durante as diligências.

VEJA TAMBÉM

Sete pessoas são mortas a tiros na mesma residência em cidade do Sertão do Ceará

Em depoimento, eles alegaram que foram ameaçados pelos outros suspeitos. No entanto, os elementos encontrados pela Polícia Civil até agora apontam que não houve nenhum tipo de coação. Os homens foram conduzidos à Delegacia Regional de Quixadá, onde foram autuados em flagrante por homicídio. Os trabalhos policiais seguem em andamento na região com o intuito de encontrar os demais envolvidos.

Trabalhos na região

Desde o dia do crime, quinta-feira (26), a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) determinou o envio de diversas forças para a região. Oitivas e diligências seguem em andamento na região com o objetivo de capturar todos os envolvidos, identificar a motivação das mortes, bem como a dinâmica do crime. As investigações são conduzidas pela Delegacia Regional de Quixadá e pelo Departamento de Polícia Judiciária do Interior Sul (DPJI-Sul). Policiais civis do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da PCCE e da Coordenadoria de Inteligência da SSPDS participam dos levantamentos sobre os homicídios.

A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) também foi ao local da ocorrência, na zona rural de Ibaretama, Distrito de Pedra e Cal. Uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da SSPDS também atua nos trabalhos na região. Pela Polícia Militar do Ceará (PMCE), além do trabalho do Policiamento Ostensivo Geral (POG), também atuam equipes do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (Bepi/Cotar). As vítimas foram identificadas formalmente, sendo elas: Eduardo de Lima Silva (19), Luana Melo da Costa (19), Osvaldo da Silva Lima (24), Wellington Lima Silva (17), Francisco Gabriel Pereira da Silva (15), Edinardo de Lima Silva (18) e Willian da Silva Rodrigues (6).

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o ‪(88) 3445.1047 da Delegacia Regional de Quixadá. O sigilo e o anonimato são garantidos.

O crime

Sete pessoas de uma mesma família foram assassinadas na madrugada da última quinta-feira (26) em Ibaratema, cidade do Sertão cearense. Segundo informações da polícia, homens armados invadiram a casa que fica na zona rural. Entre as vítimas estavam uma mulher e uma criança de 6 anos.

A polícia informou que os homens estavam encapuzados e, por volta das 3 horas, entraram pelos fundos da casa e efetuaram os disparos de arma de fogo. Ainda não há informações da quantidade dos criminosos.

Ibaretama é uma cidade com cerca de 13 mil habitantes e fica a 138 km de Fortaleza.

COLAPSO

VÍDEO: Empresário cajazeirense que mora em Roraima revela que oxigênio deve acabar em 14 dias

SAÚDE

VÍDEO: Após crise no Amazonas, diretor do Hospital Regional diz se o oxigênio pode acabar em Cajazeiras

VAMOS AJUDAR

VIDEO: Dona de casa chora ao fazer apelo por comida e medicações em Cajazeiras: ‘Tenho dois filhos’

NOS BRAÇOS DO POVO

VÍDEO: Vereador da região de Sousa que tomou posse dentro da prisão é recebido com festa pela população

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!