header top bar

section content

MPF quer que ex-prefeita da região de Cajazeiras devolva R$ 49 mil aos cofres públicos

O acórdão transitou em julgado em 30 de junho de 2015.

Por

26/01/2016 às 17h17

Glória Geane de Oliveira Fernandes, ex-prefeita de Uiraúna

O Ministério Público Federal na Paraíba (MPF/PB), por meio da Procuradoria da República em Sousa, quer que a ex-prefeita do município de Uiraúna, no Sertão paraibano, Glória Geane de Oliveira Fernandes, devolva R$ 49.209,30 aos cofres da União.

A  ex-prefeita foi condenada na Justiça a sanção de ressarcimento do dano provocado ao erário, por ter contratado artistas de forma irregular para festa de São João da cidade, ocorrida em 2010, na qual foi utilizada verba federal oriunda de convênio com o Ministério do Turismo. O acórdão transitou em julgado em 30 de junho de 2015.

O Ministério Público Federal requer a intimação da ré para que, no prazo de 15 dias, a contar do dia 20 de janeiro, Glória Geane recolha aos cofres públicos o montante executado, sob pena de incidência de multa de 10% sobre o valor, bem como a expedição de mandado de penhora e avaliação de bens.

Do MaisPB

Tags:

Recomendado para você pelo google

SUCESSO

VÍDEO: Mensagem Empresarial mostra história de um dos maiores empresários e empreendedores de Cajazeiras

EMOCIONANTE

VÍDEO:Em documentário especial, Xeque Mate mostra realidade de famílias que moram no Lixão de Cajazeiras

ENTRE PÚBLICO E PRIVADO

VÍDEO: Empresário revela que quase foi candidato a prefeito de Cajazeiras e explica por que recusou

VÍDEO

Sindicatos batem martelo e definem novo salário dos comerciários de Cajazeiras para 2019-2020