header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Corrida de Vituriano para não apoiar Carlos, filiações do PSB e risco de Léa perder eleitores estão na Faisqueira

O senador José Maranhão já teria fechado com Ricardo Coutinho um acordo ou uma aliança para misturar o PSB e o PMDB para as eleições de 2016. Confira!

Por

02/10/2015 às 16h31

O dilema de Vituriano
O senador José Maranhão já teria fechado com o governador Ricardo Coutinho um acordo ou uma aliança para misturar o PSB e o PMDB para as eleições de 2016 em todo o Estado da Paraíba, fato que poderia complicar a vida do médico Antonio Vituriano de Abreu, possível candidato a prefeito pelas oposições de Cajazeiras.

O dilema de Vituriano 2
Vituriano foi escolhido recentemente como presidente do Diretório Municipal do PMDB, de Cajazeiras, sob as bênçãos do senador José Maranhão, que teria “garantido” que a situação de Cajazeiras era diferente e que não iria se coligar com o PSB da cidade.

O dilema de Vituriano 3
E para esquentar mais ainda o caldeirão da política local, o senador Raimundo Lira, de passagem pela região, no final de semana, declarou que iria falar com Vituriano para que ele ficasse no mesmo palanque de Denise, já que ele iria apoiar e mandar votar nela.

*PMDB de Cajazeiras descarta apoio ao grupo da prefeita Denise e Carlos Antonio: “Jamais”

O dilema de Vituriano 4
O senador Lira (PMDB), junto com o senador Maranhão iria até o governador Ricardo Coutinho, dono da maior sombrinha do estado, para abrigá-lo em um importante cargo no estado e que teria direito ainda participação na montagem da campanha em 2016. 

O dilema de Vituriano 5
A história de Cajazeiras mostra que Vituriano cresceu politicamente batendo em Epitácio Leite e o que se viu posteriormente foi a união dos dois, portanto, dizem os aliados dos dois lados, que inclusive não têm posição firmada sobre o assunto: “em política, quando os interesses se atraem, nada é impossível”.

O dilema de Vituriano 6
Mas conforme declarou Vituriano – “nós vamos trabalhar para fortalecer o partido em Cajazeiras, mas longe desse grupo que já devia ter sido afastado do poder, pelo histórico da forma como administram, envergonhando a cidade com processos e procedimentos pouco recomendáveis”, então, vai ser muito difícil ver, em 2016, Carlos Antonio e Vituriano nos mesmos palanques abraçados e pedindo votos para o mesmo candidato.

O dilema de Vituriano 7
Vituriano declarou ainda que este grupo, do qual faz oposição, vem sendo vitima de “perseguições”, demonstrando que não existe a menor possibilidade de qualquer tipo de aproximação, muito menos na política partidária. Até quando esta briga vai durar, só o tempo dirá, mas convenhamos: quanto maior for a briga, mais atraente e bonita é a campanha. Salvem-se quem puder.

De olho nos votos de Léa Silva
Tem um ditado popular que diz: “quem engorda o boi é o olho do dono” e é baseado no desvio dos olhos da secretaria e vereadora Léa Silva, sobre os seus eleitores cajazeirenses, que um determinado vereador e candidato a reeleição tem ido somente atrás dos eleitores da vereadora cajazeirense e este fato o mesmo não tem “escondido” de ninguém. Abra os olhos Léa!  

Rabo doce
Tem outro ditado popular que diz: “no poder, até o rabo do jumento é doce”, basta ver a enxurrada dos pré-candidatos a prefeito da região do Alto Piranhas que se filiaram ao PSB, partido do governador do estado: Cláudia Dias, Chico Mendes, Erivan Morais, Geraldo Nogueira, vereadora Eva, Espedito Leite, Gervário Gomes, Edivan Brito e Alan Seixas.

Vigilante
O médico Carlos Antonio, ex-prefeito e marido da prefeita, Denise Albuquerque, nos últimos dias sentou tenda em Cajazeiras e diariamente faz uma peregrinação por todas as secretarias e obras em execução no município. Os aliados têm ficado contentes com a sua presença na cidade e adoram as articulações políticas que vem realizando.

Sem dá ré
O conhecido Apolonio Rolim, que foi motorista dos prefeitos Chico Rolim e Epitácio Leite, quando Ernani Satiro vinha pra Cajazeiras era escalado para dirigir o carro que ficava a disposição do governador e a primeira recomendação do seu ajudante de ordens era: o carro não pode andar de ré com ele dentro e certa vez entrou numa rua sem saída e foi a maior encrenca do mundo. Cada governante com sua mania

Do Gazeta do Alto Piranhas

Tags:
HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local

EX-ALIADO

VÍDEO: Vereador revela que defender professores foi a ‘bomba’ que iniciou rompimento com José Aldemir