header top bar

section content

Advogado orienta o que fazer para cobrar meia entrada, atraso de banda em show e pouco tempo no palco

Cláudio Diniz citou ainda a duração dos shows, onde as atrações são contratadas para cantar por algumas horas, mas não cumprem as cláusulas.

Por

27/04/2015 às 17h51

Advogado fala no Direto ao Ponto da TVDS

O advogado sousense, Claúdio Diniz falou no “Direto ao Ponto” da TV Diário do Sertão desta segunda-feira (27), sobre a lei do ano de 2013, que garante a meia entrada ao estudante e idosos a espetáculos e eventos.

O advogado observou que no Sertão do Estado esta lei vem sendo descumprida e se vê muitas reclamações a respeito do fato.

Cláudio Diniz citou ainda a duração dos shows, onde as atrações são contratadas para cantar por algumas horas, mas não cumprem as cláusulas contratuais. 

“Shows que começam fora do horário têm causado uma celeuma grande para proprietários de casas de shows e principalmente para os consumidores”. Lembrou ele.

O sousense orientou procurar o Procon da sua cidade ou região ou ainda o Ministério Público.

Veja o comentário completo aqui!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
PROBLEMA GRAVE

VÍDEO: No Xeque-Mate, voluntários debatem sobre maus tratos e abandono de animais em Cajazeiras

SANTO PADROEIRO

VÍDEO: Padre anuncia programação da festa de Dom Bosco em Cajazeiras; festival de música é confirmado

FÓRUM AÇUDE GRANDE

VÍDEO: Grupo entrega documento no MP para fortalecer campanha de revitalização do açude de Cajazeiras

"FICOU DESPREZADA"

VÍDEO: Mulher acusa HRC de negligência no caso da morte de sua irmã após parto; hospital responde